Animes e mangás também podem ensinar!

Yo minna, Raito na área!

Encontrei essa matéria na internet, achei interessante e resolvi compartilhar com todos vocês.

Os livros para crianças e os shows de televisão nos dias atuais não se comparam em nada àqueles que muitos de nós crescemos vendo. Ao menos é o que dizemos a nós mesmos. Quando pensamos no assunto, lembramos daqueles dias assistindo desenhos que estimulavam mais nossa criatividade, tal como Doug, O Fantástico Mundo de Bob, entre outros, enquanto nossas crianças de hoje em dia ficam vendo coisas sem sentido como Bob Esponja. Mas apesar disso é importante expor as crianças a esses livros e animações para que ela desenvolva a compreensão da leitura e de senso crítico, mesmo que para nossas mentes mais desenvolvidas tudo isso pareça perda de tempo.

Beck-mangáNo Japão, acontece a mesma coisa com as crianças que ficam obcecadas com mangás e animes. Os pais tentam em insistir para que suas crianças deixem os quadrinhos de lado e peguem um livro de verdade para ler. Imaginem o quanto isso deve ser difícil em um país onde o anime e mangá são os principais mercados e que rendem muito por ano. Alguns pais chegam a jogar fora os quadrinhos dos filhos conforme eles vão se empilhando pela casa na tentativa de impor limites.

Porém, de acordo com um dos professores da Universidade de Tama, Yuichi Higuchi, em seu artigo “Você é um mau pai?”, manter as crianças afastadas de animes e mangás é uma coisa terrível a se fazer!

Vamos começar com os mangás.

De acordo com o professor Higuchi, ler e reler o mesmo mangá muitas vezes é a melhor maneira da criança naturalmente desenvolver suas habilidades de linguagem. Isso refere-se a mais do que a compreensão do tema, que pode ser geralmente conseguido após uma leitura rápida. Para uma criança entender o significado por trás das palavras e as nuances de humor que estão escondidas entre as frases e as indicações visuais, se leva pelo menos duas ou três leituras completas da história.

Cada vez que uma criança relê um mangá de sua escolha, tem algo novo que ela descobre. As palavras e estruturas de diálogos fazem mais sentido e o significados por trás delas se tornam muito mais claras, fazendo a habilidade de compreensão expandir pouco a pouco.

Elas irão aprender de uma maneira que amam, então porque não encorajá-las quando trocarem o livro por um bom quadrinho?

Mas e quanto ao anime?

Ao menos com o mangá, as crianças estão praticando pouco a pouco a leitura e formas dos kanjis, certo? Já os animes utilizam as imagens para contar a história, ao invés da escrita dos mangás, porém mesmo assim o professor Higuchi insiste que “anime também tem suas maneiras de aumentar a compreensão de leitura de uma criança”. O segredo para isso é estimular discussões que levem a um pensamento crítico.

nisekoi ichijou rakuSe os seus filhos amam animes, então eles provavelmente irão adorar dividir as experiências com você e falar sobre isso. Acompanhá-los em algo que eles adoram pode ser tanto divertido quanto esclarecedor. Tudo que você precisa fazer é questioná-los com perguntas simples como “Qual parte foi a mais interessante para você?”, estimulando assim que eles pensem algumas comparações e julgamentos. Agora, você não deve interrompê-los no meio do episódio com essas perguntas, mas pode falar em voz alta para você mesmo coisas como, “Por que será que o personagem fez isso?”. Isso inspirará a criança a ter o senso crítico.

Além disso, o anime pode drasticamente aumentar o vocabulário de uma criança. Nem tudo que aparecem nos animes é inapropriado, basta saber o que mostrar a seus filhos.

O que realmente sai de tudo isso é que não existem uma boa razão para separar as crianças das coisas que elas realmente estão interessadas. Com o mangá e anime em particular, existe um grande potencial para o aprendizado de habilidades de linguagem.

Agora fica aqui minha opinião a respeito do tema.

Isso nos leva a pensar na seguinte questão. Se isso pode funcionar no Japão porque não pode por aqui também? Nós, como consumidores de animes e mangás no Brasil já temos material suficiente para botar isso em prática. O mercado de animes dublados por aqui ainda não é tudo aquilo que poderia ser, porém o de mangás está em expansão, com títulos para todas as idades aparecendo todos os meses. Que tal começar a ler um volume de algum mangá interessante para seu filho na hora dele dormir? E se ele já estiver começando a ler por conta própria, estimule.

Talvez o que falte para o Brasil crescer no quesito educação seja uma forma divertida de se aprender, e nós sabemos que mangás e animes podem ser muito divertidos!

Ah sim, e na próxima vez que sua mãe reclamar que está vendo muito anime ou lendo muito mangá mostre que aprendeu e debata sobre o assunto com ela. Quem sabe não a convence a ver algum episódio com você, não é?

Até mais!

Itekimasu

FONTE:RocketNews24

 

 

 

Comente

Sobre Raito

Raito
Podcaster e editor de áudio, gamer casual, viciado em tecnologia, animes, mangás e cultura japonesa em geral. Gêneros preferidos são comédia, suspense e ação. Excluiu o Shoujo água com açúcar de sua vida e hoje é uma pessoa mais feliz.

3 Freaks estão discutindo o assunto. Participe Tambem.

  1. Aniere

    Animes e mangás podem ensinar muito sobre cultura, sociedade, comportamentos, despertar criatividade e inspirar objetivos de vida. Porém, acredito que o potencial dessa linguagem vai além do entretenimento e dessas lições de vida, podendo se mostrar efetivo em algumas áreas científicas mesmo.
    Existem publicações em mangá específicas para o ensino de matérias avançadas como probabilidade, cálculo, biologia, química, física e outros. É o emprego da linguagem do mangá para transmissão de um conteúdo que geralmente vemos com profundidade somente em cursos de faculdade, mas que qualquer um pode aprender assim que começa a ler as histórias.
    O melhor de tudo é que estas publicações estão acessíveis aqui no nosso país, recentemente com os livros pela Editora Novatec (procurem o site deles que lá tem a seção com os títulos lançados). Eu recomendo fortemente, principalmente pra quem está cursando faculdades na área de ciências exatas.
    Beijos pra quem lê =***

Grita Aqui!

Or

O seu Email não será publicado.Campos Obrigatorios estão marcados. *

*