banner-2rmvb

B.R.M.R. – Arco 02 – Shinsekai Yori: onde os fracos não tem vez.

Estamos de volta pessoal! Depois de um mês de férias, ou um pouco mais que isso, e mesmo que tenhamos dito que não atrasaríamos as postagens, atrasamos… Então, desculpa pessoal. Mas a boa notícia é que estamos com muito trabalho adiantado, então não se preocupem que as próximas postagens devem sair corretamente.

O tema de hoje é Shinsekai Yori, um anime que saiu na mesma temporada que vários outros animes tão bons quanto, ou que perdiam para ele por pouco, e também um anime que gerou muitas discussões, sobre sua qualidade, sobre sua animação, e sobre os acontecimentos no decorrer dos episódios mesmo.

Nós assistimos e hoje viemos aqui convencer vocês se vale a pena ou não assistir Shinsekai! Essa postagem é no mesmo estilo da anterior então vocês já conhecem o método: os tópicos com spoiler estão marcados, o mini-cast está lá no final da postagem, e o texto gigante com todo tipo de informação que vocês possam querer/precisar está abaixo. Divirtam-se!

P.S.: O título dessa matéria é “Arco 02” porque é uma coisa relacionada a assistir animes e porque Shinsekai é divido em arcos. HAHA/

P.S.²: O texto está como autoria do Magno dessa vez, como somos três e todos contribuímos com alguma coisa, vamos fazer uma rotação de autores, da próxima vez será outra pessoa.

imagem1

1. Enredo.

Mil anos no futuro, o Japão se tornou um país dividido em pequenos vilarejos. Os regentes desse mundo possuem o poder amaldiçoado da telecinese, e quando acontece um incidente, cinco crianças percebem que as coisas não são o que parecem, e acabam descobrindo a história sangrenta da humanidade. Essas crianças então se unem enquanto suas vidas mergulham em uma espiral de caos.

imagem2

2. Informações Técnicas.

Gêneros: sci-fi, sobrenatural, aventura, drama, fantasia, horror, mistério, psicológico.
Demografia: shonen.
Obra original: Novel.
Adaptações: Mangá e Anime.

Shinsekai Yori teve sua estréia no mundo em janeiro de 2008 como uma novel publicada pela Kodansha, foi escrita por Kishi Yusuke e por ser uma novel, não uma light novel, sabemos que ela não está aí para atingir um público mais jovem, e sim aos adultos.

Em maio de 2012, Shinsekai recebeu sua primeira adaptação: para mangá. O Yusuke ficou responsável por adaptar o roteiro e quem fez as ilustrações foi o Oikawa Tooru. Diferente da novel, o mangá foi classificado demograficamente como shonen, sendo publicado na revista Bessatsu Shonen Magazine, da empresa Kodansha.

Como anime, Shinsekai saiu na temporada de outono de 2012 (29 de setembro de 2012), a mesma temporada de Sakurasou, o anime do nosso primeiro episódio. Foi muito mal animado pela empresa A1 Pictures, que produziu a segunda parte de Sword Art Online simultaneamente com a primeira parte de Shinsekai Yori. O anime teve 25 episódios e ficou fechado, contou toda a história da novel.

E com vocês, os personagens de Shinsekai Yori!

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10

2077629024_1701853b_3

Watanabe Saki.

IZo1MAhKPT

Akizuki Maria.

shun

Aonuma Shun.

585266-shot0010_copy

Asahina Satoru.

585218-shot0029_copy

Itou Mamoru. (Sim, é um garoto.)

Reiko

Amano Reiko.

Shin Sekai Yori - 18 - Large 02

Kaburagi Shisei.

shin_sekai_yori-12-asahina_tomiko-ethics_committee_head-grandmother-friendly-honest

Asahina Tomiko.

shin_sekai_yori-15-yakomaru-squealer-queerrat-samurai_armor-general-leader-excited-buck_teeth

Squealer.

Kiroumaru

Kiroumaru.

Produtores do Anime: Aniplex, TV Asahi, A-1 Pictures, Pony Canyon, Sentai Filmworks.
Diretor: Ishihama Masashi.
Diretor de Audio: Motoyama Satoshi.
Compositor da Trilha Sonora: Komori Shigeo.
Roteirista: Ogura Nobutoshi.
Diretor de Animação e Character Design: Kubota Chikashi.
Animadores: Yamashita Shingo; Komino Masahiko; Arai Jun; Hamaguchi Akira; Arai Kouichi; Tomioka Hiroshi.
Dubladores:

  • Watanabe Saki (Taneda Risa); também dublou a Kuriyama Mirai.
  • Akizuki Maria (Hanazawa Kana); dublou todo mundo! É a dubladora da Sengoku Nadeko.
  • Aonuma Shun (Murase Ayumu); dublou o Haru de Tonari no Kaibutsu-kun.
  • Asahina Satoru (Kaji Yuki); dublou o Haru (outro) de Accel World.
  • Itou Mamoru (Takagi Motoki); dublou o Raki de Claymore.
  • Amano Reiko (Horie Yui); a mesma dubladora do Ryuunosuke e da Maid-chan.
  • Kaburagi Shisei (Hoshino Takanori); dublou o Fuyuki Shido em GetBackers.
  • Asahina Tomiko (Sakakibara Yoshiko); é a Queen Nehellenia de Sailor Moon SuperS.
  • Squealer (Namikawa Daisuke); é o Okajima Rokuro de Black Lagoon.
  • Kiroumaru (Hirata Hiroaki); fez o Benny, também de Black Lagoon.

Fora a Maria, os cinco personagens principais de Shinsekai Yori tem dois dubladores, um deles para a parte do anime em que eles são crianças, e o outro para a adolescência e fase adulta; aí nessa lista estão os dubladores principais deles, comentamos mais sobre os outros no mini-cast, confira.

Para mais informações sobre os personagens de Shinsekai Yori, que não são só esses, acessem o My Anime Listhttp://myanimelist.net/anime/13125/Shinsekai_yori/characters.

P.S.: Existe um Mini-Season Cast sobre Shinsekai e Psycho Pass, clique aqui para escutá-lo.

imagem3

3. Glossário. [SPOILERS]

Esse não foi um glossário que nós montamos. Quando começamos a pensar em como fazer essa matéria, lembramos que o Aenianos havia montado um glossário extremamente detalhado de Shinsekai Yori, então resolvemos pedir o deles. Eles nos deixaram usar e estamos realmente agradecidos, muito obrigada pessoal do Aenianos!

Cliquem aqui para ver a página original do glossário lá no site do Aenianos; e cliquem aqui para ver a página do anime também no fansub.

Cantus: O japonês original para Cantus é 呪力, que literalmente significa incantation (encantamento) /Spell Power (poder mágico) e é a magia/psicocinese que as pessoas desse mundo usam. A tradução para o termo deriva da parte ‘canta‘, da palavra incantation (curiosamente, 呪 pode significar “maldição”, e seria errado usar aqui, porque o poder não é uma maldição/coisa ruim, nem amaldiçoa coisas. É uma daquelas “palavras que tem múltiplos significados, mas que significa isso, no contexto”).

Bakenezumi: São as primeiras criaturas apresentadas na história. Seres abaixo dos humanos na “escala” do mundo de Shinsekai Yori, e adoram os humanos que possuem o Cantus como se os mesmos fossem Deuses.

Nekodamashi/Fujoneko: (Alma de Gato/Gato Impuro) Gatos enormes modificados por Cantus, utilizados pelo Conselho de Educação para se “dispor” de crianças com um possível potencial arriscado. “Fujoneko”(Gato Impuro) é o nome correto e “Nekodamashi”(Alma de Gato) é o nome popular que o animal ganhou nas lendas sobre o mesmo.

Colônias de Bakenezumi:

  • Bokutouga (Goat Moth): Primeira colônia apresentada na série. Uma colônia fiel aos humanos. “Goat Moth” é uma traça da família Cossidae, encontrada na Europa. Seu nome científico é Cossus cossus.
  • Shioyaabu (Robber Fly): Colônia do Squealer/Yakomaru. “Robber Fly” é uma mosca da família Asilidae, que possui o nome “robber” devido aos seus violentos hábitos predatórios.
  • Tsuchigumo (Ground Spider): Colônia que ataca a Shioyaabu na primeira fase do anime e também é a colônia que Saki e Mamoru combatem ao lado de Squealer. “Ground Spider” é uma aranha da família Gnaphosidae, que descreve mais 2,000 espécies em mais de 100 gêneros.
  • Oosuzubemachi (Giant Hornet): Colônia do Kiroumaru e a maior colônia Bakenezumi existente. “Giant Hornet” é uma vespa da família vespidae, também conhecida como a vespa matadora de iaque. É a maior vespa do mundo. Mede aproximadamente 2cm, com 3cm de largura entre suas asas e com um ferrão de 0,2cm que injeta uma grande quantidade de um potente veneno.

Kaya no Suzukuri: Espécie de cobra com bico de pássaro que possui um sistema de proteção aos seus ninhos bem peculiar: Ela tem a capacidade de botar ovos “isca”, que, ao serem digeridos, explodem no estômago de quem o comeu, se tornando um punhado de lâminas cobertas com fezes.

Fuusen Inu: Criatura que possui um mecanismo de defesa que faz com que ela exploda para se defender de inimigos. “Inu” significa cão e “Fuusen” significa balão.

Minoshiro Falso: Assim chamados nas lendas, nada mais são do que terminais da antiga biblioteca humana, com enormes quantidades de sabedoria do povo que habitou a terra no último milênio.

Bacurau: O bacurau (Hydropsalis albicollis) é uma ave caprimulgiforme da família caprimulgidae. Conhecido também como curiango, curiango-comum, ju-jau, amanhã-eu-vou (em Minas Gerais), ibijau, mede-léguas, acurana e a-ku-kú (nomes indígenas – Mato Grosso). Mede cerca de 30 centímetros. O macho da espécie possui uma larga faixa nas asas que pode ser observada durante seu voo e os lados da cauda, brancos. Já a fêmea possui uma estreita faixa amarelada nas asas e somente a ponta da cauda branca. É uma ave de hábitos noturnos, sai para caçar insetos à noite e os captura em voo. Seus ninhos são postos diretamente no solo e põe 2 ovos de cor amarelo-avermelhado manchados de marrom. A camuflagem dos filhotes é quase perfeita por possuirem cores similares às das folhas secas do chão e quando os pais deixam o ninho, eles permanecem imóveis, sendo muito difícil visualizá-los. É encontrado em todo o Brasil, Estados Unidos, México, Bolívia, Paraguai e Argentina.

Vilarejos Humanos:

  • Kunugibayashi (Bosque de Carvalho);
  • Kuchiki (Árvore mais Branca);
  • Shirasuna (Areia Branca);
  • Kogane (Dourado);
  • Mizuguruma (Azenha);
  • Miharashi (Panorama);
  • Chinowa (Anel de Feno).

imagem4

3. Encerramentos. 

Sim, Shinsekai não tem aberturas, só encerramentos: o primeiro cantado pela dubladora da Saki, a Taneda Risa, e o segundo cantado pela dubladora da Maria, a Hanazawa Kana.

P.S.: Essas duas músicas têm significados fortes para o anime e os personagens. As aberturas do anime são parte das OST do anime, são músicas instrumentais ou com um canto de coral ou semelhante.

Vocês podem baixar as OST’s de Shinsekai aqui.

  • 1
  • 2
  • Primeiro encerramento: Wareta Ringo – Taneda Risa. || Do episódio 01 ao 16.

  • Segundo encerramento: Yuki ni Saku Hana – Hanazawa Kana. || Do episódio 17 ao 25.

4. Opiniões da Brigada: Renatinha, Magno e Raito. [SPOILERS]

Comentário do Raito

Comentário do Raito

Member 001 – Raito

Olá pessoal, tudo bem?

Segundo post da Brigada RMR e aqui estou eu para deixar uma opinião sobre o segundo anime que vimos juntos: Shinsekai Yori.

Mais uma vez eu não tinha ideia do que esperar desse anime, vez essa que quando ele foi lançado eu não me interessei muito a princípio pela sinopse em si. Um tempo depois vi que o anime estava sendo bem polêmico. Portanto quando esse anime foi escolhido pela Brigada, eu já sabia que seria um pouco tenso, rs.

Primeiro ponto a se destacar sobre o anime é o character design, que nos primeiros 12 episódios é bem ruim (isso porque eu vi a versão de blu-ray, portanto imaginem como foi a versão “normal”). É claro que isso foi devido ao orçamento reduzido que a A1-Pictures disponibilizou para o anime, já que a maior parte do dinheiro foi investida em um anime que saiu na mesma temporada e que talvez alguém por aí conheça, chamado Sword Art Online.

Tirando essa parte do design, notei que o enredo de Shinsekai Yori era bem adulto e complexo. Confesso que por muitas vezes fiquei perdido na cronologia, pois temos saltos de tempo que no começo confundem bastante quem está vendo pela primeira vez. Uma coisa interessante que achei foi podermos acompanhar o crescimento dos personagens, não no quesito personalidade e sim de idade mesmo.

Falando em personalidade, temos alguns exemplos típicos de personagens que existem em praticamente todos os animes: o mais talentoso, o mais quieto, a que só faz merda, etc. Isso talvez faça com que você se identifique com pelo menos um deles, o que não foi o meu caso.

Conforme os episódios foram passando, eu não me importava se algum dos personagens principais viesse a morrer, pois não consegui sentir atração por nenhum deles. O que foi totalmente o contrário do anime que tínhamos visto antes, Sakurasou no Pet na Kanojo, por exemplo.

Particularmente eu gosto de personagens bem construídos e que me façam sentir o que eles estão passando durante a cena, e isso infelizmente Shinsekai Yori não tem, em minha opinião.

No quesito história Shinsekai tem seus méritos, pois vemos que os problemas e decisões tomadas quando os personagens ainda eram crianças acabam refletindo no futuro. Isso é legal, pois temos um começo, meio e fim, não deixando o espectador no escuro… Só na leve penumbra, rs.

Uma coisa que Shinsekai Yori pode se orgulhar de ter é a habilidade de deixar os espectadores com muitas perguntas, portanto, talvez assistir o anime somente uma vez deixará muitas pontas soltas. Para quem não gosta de assistir novamente um anime somente pra pegar os detalhes que passaram da primeira vez, isso pode considerado um ponto negativo da série.

Consideração final?

Shinsekai Yori é um anime complexo e que não é para todos os públicos. Se você ainda não viu e gosta de uma história mais adulta, aconselho pelo menos começar a ver o anime. Agora se o seu estilo é algo mais leve, passe longe de Shinsekai Yori.

Itekimasu!

Comentário do Magno

Comentário do Magno

Member 002 – Magno(n)

A primeira vez que assisti Shinsekai foi durante a temporada em que ele estava sendo lançado, esperando uma semana entre cada episódio… O que na verdade parecia uma eternidade. Já na primeira vez gostei muito do anime (apesar de todos os “problemas”), e mesmo nessa época eu assistia duas ou três vezes cada episódio. E agora o surgimento da Brigada me deu a (muito bem vinda) oportunidade de revê-lo, e dessa vez com companhia!

Animação.

Primeiro a animação, que na verdade não existe… Na primeira metade do anime ela é bem porca. É estranho, você tem cenas com backgrounds maravilindos (maravilhoso+lindo) e em seguida tem uma sequência de animações bem tosca… Sabe aqueles desenhos que não tem profundidade? Que você não tem certeza se o personagem está sentado ou foi desenhado com as pernas tortas? É triste, mas os momentos mais zoados dos primeiros episódios são assim… As versões BD/DVD resolvem quase todos os problemas da primeira metade, mas para não perderem a identidade visual não alteraram muito o character desing que é bem fraquinho também.

Isso é uma barreira bastante difícil de transpor na hora de assistir o anime, comecei por ela porque é a única parte que eu acho realmente ruim, e o resto dos meus comentários vai ser “muito amor”. =)

Personagens.

Os personagens não são marcantes, mas isso não é exatamente um problema. Eu entendi que o principal no anime era o mundo, explicar ele e a forma que ele influencia as pessoas. A maioria dos personagens são bem “reais”, passam aquela impressão de que são pessoas de verdade que tomam decisões bastante plausíveis para as situações que são submetidas, aqui você não encontrará aquele personagem “super” que quer salvar o mundo, ou aquele adolescente que não consegue se decidir qual das garotas que ele gosta.

O (Novo) Mundo.

É aqui que o anime brilha, com um mundo muito rico e diversificado. São muitos detalhes que tornam (quase) tudo muito crível (apesar da parte “fantasiosa” do Cantus), as pessoas desse mundo lidam com problemas reais e não fazem usos de “soluções mágicas” para resolver/explicar tudo. Logo no inicio você será apresentado ao Cantus/PK, que é um “poder” muito útil que todos os humanos possuem; mas, fora isso não espere personagens principais demonstrando “habilidades” únicas, ou um grupo de crianças salvando o mundo e esse tipo de coisa… Acho que deu pra entender a ideia, certo?

Considerações sobre o anime.

Há algum tempo estava conversando com um amigo (a) sobre animes fantasiosos (sinto muito, mas eu não consigo lembrar quem foi, se você é essa pessoa e está lendo isso, por favor, deixe nos comentários =). Essa pessoa me disse que assistia anime pela parte incrível/fantasiosa, e se o que ela quisesse fosse doses de realidade, ela já tinha a própria vida e não tinha porque ficar assistindo anime… Eu até entendo o que ela quis dizer e sei que muita gente vai concordar com ela, mas eu não sou muito assim. Não me entendam mal, um pouco de fantasia sempre vai bem, mas eu gosto quando o anime traz umas doses homeopáticas de realidade… Isso cria uma imersão muito maior pra mim. Talvez Shinsekai até exagere nisso, ela fica te dando umas porradas de realidade a cada episódio, tudo muito real, as vezes até violento demais – e não estou me limitando a violência física, a quantidade de violência psicológica é impressionante.

Por tudo isso, eu acredito que não será qualquer um que gostará desse anime, é preciso estar preparado para as porradas que o anime te dá, e é mais importante ainda prestar atenção quando o anime está fazendo isso, e só assim, você aproveitará tudo que Shinsekai tem para te oferecer.

Minha opinião sobre Shinsekai foi bem pesada e talvez até crítica demais, mas não se enganem: eu gosto MUITO do anime; e se depois de ler tudo isso, você ainda tem vontade de assistir Shinsekai… Você com certeza gostará do anime.

Comentários da Renatinha

Comentários da Renatinha

Member 001 – Renatinha.

Bom, vamos lá… Não acho que eu tenha muito o que dizer, já que essa postagem já diz quase tudo, mas Shinsekai Yori é meu anime top 3, então tem que ter alguma coisa para comentar…

Eu gosto muito de animes do tipo “detetive”, cheios de mistérios e acontecimentos difíceis de desvendar. Os animes que eu mais gosto do gênero são Hyouka e Kami-sama no Memo-chou, e eu não gosto de Danganronpa, pelo simples fato de o anime não ter motivado meu cérebro em momento algum… Além disso eu sou fã do gênero fantasia, ou seja, não sou fã da realidade.

Para um anime me agradar tudo que ele precisa é ser coerente com o seu mundo, pode até ser um slice of life daqueles com quase nada de história ou só piada ou só moe, não importa, contanto que seja fiel ao seu mundo.

Shinsekai foi um anime lindo! Tem uma criação de mundo muito elaborada e procura manter-se fiel a ela o tempo inteiro. É muito inteligente porque inventa coisas que nunca imaginamos usando a nossa realidade e cotidiano como base. A fantasia é espetacular e os mistérios, meu Deus, nem tenho como comentar o quanto eu gostei de cada episódio.

Eu ficava ansiosa toda semana esperando sair um episódio novo, e quando saia eu corria para assistir e procurar alguém pra discutir os acontecimentos. Descobrimos tanta coisa antes de acontecer, quebramos tanto a cabeça, foi tão estimulante, impolgante, emocionante. Shinsekai, com certeza foi um anime ótimo nos quesitos que eu mais gosto.

A única coisa que podemos contar como deficiência foi mesmo animação, mas, sinceramente, eu não me importo tanto assim com essa parte… Porque eu achei o desenho, tanto dos personagens quanto das roupas e cenários, lindo demais e muito bem elaborado/pensado. Como o Magno comentou no mini-cast, sim, tem falhas que fazem você imaginar se aquilo está mesmo acontecendo ou se é subjetivo, mas ficou bem melhor na versão blu-ray, então quem não assistiu ainda não vai ter esse problema.

Enfim, eu adoro Shinsekai e acho que todos deveriam ver, mesmo que no final acabem por não gostar. Mas para aqueles que, como eu, curtem os gêneros envolvidos, Shinsekai é obrigatório.

5. Pontos Fortes vs Pontos Fracos.

Um importante ponto em qualquer obra, seja um filme, uma novela, um dorama ou um anime, são as músicas que tocam no fundo.

Além da própria cena, dos acontecimentos do anime, a música tocando atrás dela fortifica ou enfraquece a impressão das pessoas que a estão assistindo e esse é um ponto fortíssimo de Shinsekai Yori: A OST do anime ajuda a criar o clima certo nas horas certas, as músicas são incrivelmente marcantes. Há cenas do anime que são lembradas principalmente pelas músicas que nela tocam. Faça o teste, você que já viu o anime: baixe a OST, ouça as músicas e depois comente: quantas você lembrou em que cena toca? Eu aposto que você vai identificar a maioria.

O responsável pela OST de Shinsekai Yori foi Komori Shigeo, o mesmo de K-On!Arcana Famiglia, entre outros… Clique aqui para saber mais.

Outro dos pontos forte é o mundo de Shinsekai. Ele é muito interessante e cheio de nuances. Você pode se assustar quando começar a conhecer seus segredos e mistérios, mas aos poucos vai entender como chegaram àquela situação e perceberá que é uma conclusão bem plausível e que não há tantas opções diferentes assim. Toda a distorção de valores e a inversão de quem são os culpados e quem são as vítimas da história fará com que você repense varias coisas.

A subjetividade e a profundidade da obra são, ao mesmo tempo, um ponto forte e um fraco.

Fraco porque é necessária bastante atenção na hora de assistir o anime: são abordadas diversas ideias diferentes e abrangentes, e nem tudo é entregue de forma clara ao telespectador (na verdade quase nada é), e isso cria a necessidade de foco extremo em cada episódio. Essa subjetividade pode atrapalhar algumas pessoas e se tornar uma barreira complicada…

Porem, uma vez ultrapassada essa barreira, você encontrará o ponto forte no meio disso: será brindado com uma história muito interessante e profunda, a subjetividade te ajudará a entender que ali não há apenas personagens, mas pessoas que poderiam existir se submetidas àquele ambiente. Sim, é difícil de assistir, mas aqueles que gostam desse tipo de anime se sentirão recompensados.

E por fim, vamos chegar ao maior dos pontos fracos de Shinsekai Yori: a animação.

Ela foi muito malfeita, é uma verdadeira deficiência na série; é uma animação bem inconstante, principalmente na primeira metade, que é bem mediana, e em cada episódio sempre tem aquele momento que te faz duvidar que tipo de pessoas ficaram responsáveis por isso. Mas nem tudo é o fim do mundo (ou talvez o novo mundo?), conforme os episódios vão passando a arte vai melhorando. Para compensar, em certos momentos o anime te presenteia com paisagens belíssimas.

imagem5

6. Vale a pena ou não, assistir Shinsekai Yori?

Bem diferente de Sakursasou, Shinsekai é um anime voltado para um público bem específico. Tudo nele é bastante real, acontece de forma bem crua e sem muitos floreios, mesmo que seja perceptível que alguém gosta de alguém, não existe um romance concreto, não espere muita comédia e nem um finai feliz. Indicado para pessoas mais velhas, e/ou que gostem de histórias mais maduras.

Os personagens não geram simpatia, você compreende os personagens, mas acaba não gostando ou simpatizando com eles, chegando ao ponto que certos personagens podem morrer e você nem se importará. Algumas pessoas acharão isso ruim, mas funciona bem para a proposta do anime.

O que brilha em Shinsekai é a construção do mundo, todo cheio de mistérios e nuances. Tudo muito interessante e cheio de significados, junto isso com uma trilha sonora maravilhosa. Se isso te capturar, você fará uma incrível viajem nesse “novo mundo”.

Recomendamos a você assistir se gostar de: a) realidade implícita, b) histórias futuristas, c) coisas relacionadas a uma imaginação de como seria o futuro se algo perturbasse o presente de forma irreparável, d) uma fantasia bem aplicada com doses cabíveis de realidade, e) mistério, suspense e aventura.

É isso, Shinsekai é um anime sobre um mundo que conheceu a desgraça e tenta se recuperar, se é esse tipo de coisa que você procura, está realmente recomendado.

imagem6

7. Mini-cast.

E chegamos ao final de mais uma postagem, pessoal. Agradecemos pelos comentários divertidos da matéria anterior, mesmo que algum de nós não tenha se manifestado, todos nós lemos, então por favor, comentem se vocês gostaram da matéria sobre Shinsekai e se tiverem alguma sugestão para melhorar nosso trabalho.

Fiquem com o mini-cast da semana onde comentamos as coisas divertidas e trágicas que aconteceram enquanto assistíamos esse anime. Até a próxima! o/

Produção

Produção

  • Bruto e Edição Final – Raito e Felipe.
  • Captura de Audio – Magno.
  • Texto – Renatinha, Magno e Raito.

Referências Bibliográficas

Referências Bibliográficas

Comente
Reproduzir

Estamos de volta pessoal! Depois de um mês de férias, ou um pouco mais que isso, e mesmo que tenhamos dito que não atrasaríamos as postagens, atrasamos… Então, desculpa pessoal. Mas a boa notícia é que estamos com muito trabalho adiantado, então não se preocupem que as próximas postagens devem sair corretamente. O tema de …

Avaliação

Character Design
Animação
Construção dos Personagens
Construção da História
Enredo

Estrelas da Confiança!

Sumario: É isso mesmo pessoal, esse anime é ótimo, tem uma história muito interessante que brinca com vários conceitos e desafia sua inteligência a cada segundo, mas... Mas, a A1 Pictures estava animando SAO na mesma época que Shinsekai, então a parte gráfica por completo ficou muito mal feita, ao ponto de se perceber inconsistências até na altura das meias dos personagens... No quesito construção de personagens, o autor da novel não se dedicou ao máximo, a impressão que a história deixa é que ele se focou a escrever o mundo e deixou o mundo guiar os personagens, por isso não podemos dar notas maiores nesses quesitos.

Nota do Usuario: 3.9 ( 11 Votos)
56

Sobre Magno

Teoricamente formado em Jogos Digitais, meio nerd/meio gamer, otaku de oportunidade e é programador (ou “garoto de programas” pros entendedores). Devorador livros nas horas vagas e gasta uma parte dessa energia lendo alguns mangas, também gosta muito de filmes e animes.

8 Freaks estão discutindo o assunto. Participe Tambem.

  1. Gente, adorei o mini cast, mas como fã da Endo Aya só achei que vocês deixaram de falar sobre o papel mais importante da carreira dela, o de Sheryl Nome de Macross Frontier. Esse papel foi tão importante que a fez ganhar um seiyuu awards. Meu comentãrio é irrelevante, mas é só porque sou fangirl mesmo XD
    E falando da Kana Hanazawa, eu não colocava tanta fé nela como dubladora até assistir Binbougami ga! Gente, esse anime é hilário! Eu torço para ele ganhar um cast.

    • Raito

      Olá Lana-chan! Primeiramente, nenhum comentário é irrelevante, pelo contrário, o que queremos é que vocês realmente participem e deixem suas contribuições, seja na forma de algo que esquecemos de mencionar, uma sugestão para um próximo tema, uma reclamação de algo que falamos errado, enfim, o espaço aqui é de vocês interagirem conosco e com outros fãs. Continue comentando e espere por mais diversão nas próximas reuniões da Brigada RMR. See ya!

Grita Aqui!

Or

O seu Email não será publicado.Campos Obrigatorios estão marcados. *

*