BANNER-620-330-RMR---Chuuni01

B.R.M.R. – Sinapse 04 – Chuunibyou Demo Koi ga Shitai: Delírios adolescentes do cochilo de verão.

Voltamos pessoal! E dessa vez com o tão esperado anime da quimera, o anime que revolucionou vidas, que moveu montanhas, que fez do Goe um cara menos mal falado, que fez o Sky cantar virais e colocar a Rikka como BG do site, que fez todos nós descobrirmos finalmente qual era o problema de personalidade do Okarin, que todos acharam que era Full Metal Alchemist, só que não! Estamos falando de Chu-2 Byo Demo Koi ga Shitai!, ou qualquer variação de escrita do nome que vocês conheçam…

Essa semana a postagem tem algumas coisas a mais que a outra, está um pouquinho diferente também, mais parecida com uma pauta de podcast, e, na opinião da Renatinha, ficou muito mais divertida que as outras também. O mini-cast está excepcional: muito mais informativo e divertido e compacto e bem editado que os anteriores, porque afinal de contas, se está tudo ótimo só pode ficar melhor!

E é isso pessoal, divirtam-se e… Divida-se realidade. Exploda, sinapse. Que este mundo desapareça!

imagem 1

1. Enredo.

Segundo uma cyber enciclopédia de livre autoria: Togashi Yuuta é um menino que, durante o ensino fundamental, tinha “delírios adolescentes” ou a “doença do último ano do ensino fundamental”, acreditando ser o “Mestre das Chamas Negras” e se afastando de seus colegas. Achando seu passado embaraçoso, Yuuta tenta recomeçar no ensino médio em uma escola nova, livre de seus antigos delírios. Só que isso se mostra difícil, pois uma garota chamada Takanashi Rikka, que continuou sofrendo de “delírios adolescentes” mesmo depois de se formar no ensino fundamental, descobre sobre a outra identidade de Yuuta e começa a se interessar por ele… (Se vocês ignorarem os “delírios adolescentes”, o texto está bem fiel. Haha/)

imagem 2

2. Informações Técnicas.

Gêneros: comédia, romance, drama, escolar, cotidiano.
Demografia: shonen/shoujo.
Obra original: Light Novel.
Adaptações: ONA, Anime, OVA e Filme.

Devem estar se perguntando porque a obra está classificada demograficamente como shoujo e shonen… Então, é que light novels e animes não necessitam dessa classificação tão diferenciada e nem tem. As novels são diferenciadas apenas por faixa etária e as light novels são específicas para o público adolescente, feminino e masculino.

Chu-2 Byo Demo Koi ga Shitai! é uma light novel escrita por Tarako e ilustrada por Osaka Nozomi que foi publicada de maio até dezembro de 2011 pela Kyoto Animation.

Um pouco antes da estréia do anime saiu um ONA (Original Net Animation) de seis episódios com cerca de seis minutos de duração cada. Ele estreiou em setembro de 2012, terminou em novembro do mesmo ano, foi nomeado “Chu-2 Byo Demo Koi ga Shitai! Lite” e conta algumas coisas bem aleatórias sobre os personagens.

O anime estreiou pela Kyoto Animtion em outubro de 2012 da temporada de outono e foi encerrado 12 episódios mais tarde em novembro do mesmo ano. Em janeiro deste ano (2014) estreiou a segunda temporada do anime e do ONA que ainda está em andamento, foram nomeados “Chu-2 Byo Demo Koi ga Shitai! ~Ren” e “Chu-2 Byo Demo Koi ga Shitai! ~Ren~ Lite”.

Em setembro de 2013 o filme que recorda a primeira temporada do anime foi aos cinemas japoneses, tendo sido nomeado “Takanashi Rikka Kai: Gekijō-ban Chūnibyō Demo Koi ga Shitai!”, no início do filme pode-se ver a Rikka e o Yuuta casando, o que é bem estranho, então assistam o filme para desvendar esse mistério.

 Contemplem os sete personagens principais de Chu-2 Byo.

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7

1. Togashi Yuuta - Mestre das Chamas Negras

Togashi Yuuta – Mestre das Chamas Negras.

2. Takanashi Rikka - Olho do Mau

Takanashi Rikka – Olho do Mau.

3. Dekomori Sanae - Mjolnir Hummer

Dekomori Sanae – Mjolnir Hammer.

4. Nibutani Shinka - Mori Summer

Nibutani Shinka – Mori Summer.

5. Tsuyuri Kumin-senpai - Presidente do Clube da Soneca

Tsuyuri Kumin-senpai – Presidente do Clube da Soneca.

6. Isshiki Makoto - Aspirante à músico

Isshiki Makoto – Aspirante à músico.

7. Takanashi Tooka - Sacerdotisa

Takanashi Tooka – Sacerdotisa.

Produtores do Anime:Kyoto Animation, Lantis, Pony Canyon, TBS, Rakuonsha, Sentai Filmworks, Animation Do.
Diretor: Ishihara Tatsuya.
Diretor de Audio: Tsuruoka Yota.
Diretores de Episódios e Storyboard: Sakamoto Kazuya, Takemoto Yasuhiro, Ishidate Taichi, Kigami Yoshiji, Utsumi Hiroko.
Diretor de Arte: Shinohara Mutsuo
Diretor de Fotografia: Yamamoto Rin
Color Design: Takeda Akiyo
Character Design: Ikeda Kazumi
Produtores: Hatta Yoko e Hatta Hideaki.
Roteirista: Hanada Jukki.
Trilha Sonora: Matsuda Akito.
Animadores:
 Nishiya Futoshi, Kamoi Chise, Muta Ryouhei, Makita Masaya,
Dubladores:

  • Togashi Yuuta (Fukuyama Jun); dublador do Lelouch de Code Geass.
  • Takanashi Rikka (Uchida Maaya); dubladora da Iki Hiyori de Noragami.
  • Dekomori Sanae (Uesaka Sumire); dublou a Elvia de Outbreak Company.
  • Nibutani Shinka (Akasaki Chinatsu); dublou a Shimeji de Fantasista Doll.
  • Tsuyuri Kumin (Asakura Azumi); dublou a Asia de High School DxD.
  • Isshiki Makoto (Hoshi Soichiro); dublou o Tomoki de Sora no Otoshimono.
  • Takanashi Tooka (Sendai Eri); dublou a Takatsu Aoba de Code: Breaker.

Para mais informações sobre os personagens de Chu-2 Byo acessem o My Anime Listhttp://myanimelist.net/anime/14741/Chuunibyou_demo_Koi_ga_Shitai!/characters.

imagem 3

3. O que é “chuunibyou”?

A palavra “chuunibyou” é um termo coloquial usado como ironia no Japão para classificar adolescentes na faixa dos quatorze anos que agem como se tivessem poderes especiais únicos. Alguns desses adolescentes vão ao ponto de ser desagradáveis, arrogantes, e até mesmo agirem com superioridade na frente de adultos ou idosos, o que sabemos ser uma das piores formas de desrespeito, e até idiotice, para os japonêses. Esta maneira de pensar e agir é vista principalmente em pré-adolescentes, mas existem pessoas que ainda agem dessa forma mesmo após atingir a idade adulta (como, por exemplo, nosso querido cientísta louco, Hououin Kyouma).

Mesmo que a palavra escrita em japonês tenha os caractéres para “doença” ou “síndrome”, não quer dizer que realmente se trate de uma doença que necessite de acompanhamento médico, tratamento ou medicação.

Essa palavra é comumente traduzida como “doença do último ano do ensino fundamental”, e serve como base de uma explicação também, pois é durante o 9° ano, a última série do ensino fundamental, que as crianças costumam desenvolver esse distúrbio.

Na opinião da Renatinha, que está estudando para ser uma educadora, isso pode ocorrer porque as crianças estão em uma fase de mudanças extremas na vida, passando de criança para adulto, e como toda mudança drástica é difícilmente aceita por crianças, elas começam a fingir ser alguém especial, que não obedece as leis do universo. Tudo isso apenas para se poupar das dificuldades de ser adulto, para não precisar arcar com as consequências de seus atos. Inclusive, no anime, a situação da Rikka se encaixa nisso.

imagem 4

4. Aberturas, encerramentos e vídeos comentados no mini-cast.

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • Abertura da primeira temporada: Sparkling Daydream – ZAQ.

  • Encerramento da primeira temporada: INSIDE IDENTITY – Black Raison D’etre.

  • Encerramento da primeira temporada: INSIDE IDENTITY – Black Raison D’etre [ORIGINAL].

  • Abertura do ONA Lite: Kimi e – ZAQ.

  • Encerramento do ONA Lite: Shikkoku ni Odoru Haou Bushi – ZAQ.

  • Abertura da segunda temporada: VOICE – ZAQ.

http://www.youtube.com/watch?v=WvOKriYC1FQ

  • Encerramento da segunda temporada: Van!shment Th!s World – Black Raison D’etre.

  • Abertura do filme: ~Across the Line~ – ZAQ.

  • Encerramento do filme: Secret Survivor – Black Raison D’etre.

  • Trailer Fake do filme: Takanashi Rikka Kai ~Gekijouban Chu-2 Byo Demo Koi ga Shitai. (Chu-2 Byo ~ Steins;Gate ~ Angel Beats)

  • Viral: De-De-Death Dekomori desu! ~ loop 10 horas ~

5. Opiniões da Brigada: Renatinha, Magno e Raito. [SPOILERS]

Comentário do Raito (Mjolnir Hammer)

Comentário do Raito (Mjolnir Hammer)

Member 001 – Raito

Chuunibyou Demo Koi ga Shitai

Yo minna!

Olha eu aqui de novo!

E hoje estou aqui para deixar minhas opiniões a respeito de um ótimo anime (mesmo com a mini-boss dizendo que é um anime muito ruim): Chunnibyou Demo Koi ga Shitai!

Olhando sua estrutura, Chunnibyou é claramente um anime de comédia com pitadas de romance, que se encaixam muito bem para proporcionar bons momentos enquanto assistimos os episódios.

Os personagens são ótimos e com características marcantes (sim Shin Sekai, isso foi pra você!), o que faz com que nos identifiquemos com pelo menos um deles.

Quanto à história, Chunnibyou segue aquela fórmula de apresentar personagens, eventos cotidianos, um conflito aparece, briga, reconciliação, problema resolvido e “final feliz”, o que não tira nada da qualidade do anime.

Qualidade essa que não podemos negar principalmente nas cenas de “batalha” e é claro, nos Character Designs de personagens da Kyoto Animation, que mesmo que muito reclamem que todos eles têm o mesmo rosto, com Chunnibyou não se tem o que reclamar.

Ponto negativos?

Difícil dizer, pois gostei bastante do anime logo de cara. Talvez faltou um enfoque maior nos personagens “secundários”, como a Morishima, porém como os astros ali são o Dark Flame Master e a Jaou Shingan creio que ficou bom.

Pontos Positivos?

Muitos. História, personagens, animação, diversão, enfim, um anime recomendado para todos aqueles que desejam dar boas risadas.

Personagem Favorito?

É claro que tinha que ser ela, a poderosa, a inigualável, a leal escudeira da Jaou Shingan, Dekomori Sanae, ou Mjolnir Hammer se preferirem, rs.

Considerações finais

Chunnibyou é um ótimo anime que cumpre aquilo que te promete logo no primeiro episódio, trazendo situações engraçadas, personagens que te prendem e uma história simples mas que tem o seu charme. Se procura um anime leve de assistir e ainda não viu Chunnibyou, corre lá, baixe e veja. Garanto que não irá se arrepender.

Itekimasu!

Comentário do Magno (Dark Flame Master)

Comentário do Magno (Dark Flame Master)

Comentário da Renatinha (Jaou Shingan)

Comentário da Renatinha (Jaou Shingan)

Member 003 – Renatinha

Eu sou o tipo de pessoa que gosta de aprender enquanto assiste anime, e temos visto muitos animes onde nada há a se aprender, Chu-2 Byo quase entra nessa categoria, se não fosse pelo fato de entendermos finalmente o que é chuunibyou. .-.

Mas, é claro que eu não assisti o anime por causa disso, né. Na real, eu tive bastante dificuldade em aceitar o anime, coisa que vocês vão perceber ao escutar o fight cast de Amagami, onde eu disse com todas as palavras que o anime era ruim… E eu realmente achava isso, disse até pro Ed que não valia a pena assistir. Eu fui relutante em confirmar que o anime era bom e eu demorei a perceber do que eu gostava nele.

Acho que foi assim porque eu estava acostumada com romances mais intensos quando o anime saiu e também, eu provavelmente estava focada em algum outro anime, sem contar que estando em um fight cast, com as emoções a flor da pele, discutindo intensamente com o Goe, é… Não tinha como ter dado tudo certo. Kkkkk’

Enfim, depois de algum tempo eu fui percebendo o que o anime tinha de bom e comecei a gostar realmente dele, de como as coisas acontecem em um rítimo tranquilizante e o quão fofos e puros são os personagens. Tive que assistir denovo e acabei arrastando o Raito e o Magno para a aventura.

O resultado disso foi que eu ri muito mais do que eu tinha rido antes, eu gostei muito mais do que eu já tinha aprendido a gostar, percebi que realmente era um anime que fazia parte do estilo de anime que eu gosto de assistir. Só vi vantagens. Kkkkkk’

Acho que eu gostei mais do que os meninos… Eu sei que eu ri mais do que eles, tenho certeza!

6. Pontos Fortes vs Pontos Fracos.

Uma das melhores coisas que se pode ver nesse anime é a animação. Em uma história que trata do cotidiano de alguns alunos do ensino médio, imagina-se que a animação seja a mais básica de todas, bem simples mesmo, mas não a deste anime, porque os personagens tem um poder de imaginação muito forte, e quando a imaginação deles entra em ação o que se vê são lutas extraordinárias com uma animação muito forte e bastante detalhada. Todas as armas dos personagens são impressionantes e os ataques cheios de explosões coloridas na medida certa, que não passam a impressão de exagero que a coloração da Shaft costuma passar.

Os desenhos são o que normalmente esperamos da KyoAni… Acho que o mais diferente do normal que vimos até hoje foi Free, e mesmo assim podiamos ver algumas semelhanças com K-On!. É sim um character design mais moe, mas que foi bem recebido, porque depois de tudo ele é mesmo agradável aos olhos, é bonito, é fofo e é cativante.

Outro ponto característico do estúdio são os BGM’s do anime, sempre tem alguma música de fundo que vai te lembrar de algum outro anime da Kyoto Animation, porque são padronizados (não que isso seja ruim: “não se mexe em time que está vencendo”), mas em contra partida disso, eles são agradabilíssimos. Marcam muito bem os momentos do anime, principalmente as batalhas; acho que posso dizer que pelo menos as músicas de fundo das batalhas são diferentes de qualquer outra dos animes desse estúdio.

Antes de sair do tema música, o encerramento, Inside Identity, deve ser citado. A música é cantada pelas dubladoras das quatro personagens principais: Rikka, Dekomori, Nibutani e Kumin. Ela é extremamente empolgante, tem um rítimo legal e a letra é engraçada e coerênte demais com a história do anime. Ao contrário do que costuma ser (abertura > encerramento), a música da abertura é mais tranquila e menos contagiante do que a música do encerramento quando normalmente o encerramento desse tipo de anime sempre tem uma música lenta, cantada por uma só pessoa, com uma letra mais romântica… Parece que entramos numa era onde os encerramentos venderão mais que as aberturas.

O único ponto fraco desse anime é o modo como a história é apresentada. A lentidão dos primeiros episódios é a maior barreira a ser superada, quando temos apenas apresentação chata de personagens que tem um desenvolvimento mais demorado que o normal. Você só entende os personagens depois do meio do anime, e, como não estamos acostumados com isso, acabamos por ficar desanimados antes de realmente chegar ao ponto onde começamos a gostar muito do anime. A outra dificuldade é aturar a Rikka do inicio do anime. Depois que você entende ela é possível ver a parte forte de sua personalidade, mas de início ela apenas é louca… Se você também não tem o conhecimento prévio para entender o “chuunibyou” fica mais difícil ainda.

O que acaba por te manter assistindo o anime até você começar a gostar é a comédia. Chu-2 Byo Demo Koi ga Shitai é uma comédia romantica fantastica muito bem desenvolvida em todos os sentidos: para a fantasia temos as lutas as viagens na maionese, para o romance temos o casal principal e os obstáculos comuns enfrentados até o início do namoro, e para a comédia temos a Dekomori e a Nibutani. HAHA/ O Yuuta é o principal “tsukomi” do anime, as respostas dele para as brincadeiras idiotas da Rikka e da Dekomori sempre são as melhores, tem episódios que você ri sem parar.

imagem 5

7. Por que vale a pena assistir Chu-2 Byou Demo Koi ga Shitai!?

Vamos responder essa pergunta da mesma maneira que um aluno faria em uma prova de interpretação de texto. xD

O anime tem uma comédia muito boa que acaba por te deixar sempre interessado no anime, nem que seja apenas pelo fato de rir e rir mais. É uma comédia baseada no “boke” e no “tsukomi”, aquele tipo de comédia que encontramos naqueles animes ambientados em Kansai (vide Lovely Complex) mas sem as chatisses que vem junto com o gênero. O boke é idiota, mas ele é coerênte pelo menos, e inteligente, enquanto o tsukomi não é completamente cético como normalmente é.

Ainda precisamos levar em consideração o romance, que é sem dúvidas o tipo de romance mais fofo, ingênuo, puro e infantil de todos. Tem um rítimo muito agradável e simples, é fácil de acompanhar e nada cansativo ou poluído. Agrada as meninas que gostam de coisas fofas e agrada os meninos que não gostam dos romances mais melosos.

E por fim, as lutas malucas. A primeira que você vê te impressiona demais, a partir da segunda você começa a imitar a fala de início de combate da Rikka, da terceira em diante você ri o tempo todo. Além disso, elas são batalhas bonitas de se ver, bem coloridas e animadas.

imagem 6

8. Mini-cast.

E chegamos ao fim de mais uma longa postagem cheia de conteúdo e piadas, espero que tenham gostado, e mesmo esquema de sempre pessoal, estamos sempre lendo seus comentários, por isso comentem suas opiniões: se gostaram da postagem e do mini-cast, se não gostaram, sobre o anime, sobre os “Brigadeiros”, sobre o podcast principal não sair nos dias certos, e, apoiem minha campanha “Eu só queria que o cast de Nana saisse…”.

Muito obrigada por terem lido até aqui, obrigada por sempre lerem e comentarem, contamos sempre com vocês, fiquem com o mini-cast e até a próxima postagem. o/

imagem 7

Produção

Produção

  • Bruto – Raito.
  • Trilha Sonora – Felipe.
  • Texto – Renatinha, Magno e Raito.

Referências Bibliográficas

Referências Bibliográficas

Comente
Reproduzir

Voltamos pessoal! E dessa vez com o tão esperado anime da quimera, o anime que revolucionou vidas, que moveu montanhas, que fez do Goe um cara menos mal falado, que fez o Sky cantar virais e colocar a Rikka como BG do site, que fez todos nós descobrirmos finalmente qual era o problema de personalidade …

Avaliação

Character Design
Animação
Construção dos Personagens
Constução da História
Enredo

Estrelas da Confiança!

Sumario: O character design é aquele costumeiro da KyoAni que já conhecemos e adoramos, e, que merece uma nota alta porque está bem muito bem feito. A animação, que poderia ser simples pelo fato de ser um anime de cotidiano, se mostra um sucesso nas batalhas imaginárias travadas entre os personagens que sofem de chuunibyou. A construção dos personagens é lenta mas bem feita; temos uma boa evolução dos personagens durante todos os doze episódios do anime, o que mostra que a maior parte deles são mais profundos do que se pensaria. A construção de mundo é mais simples, já que usa como base a nossa realidade e mistura ela com uma síndrome real que tem precedentes, mas o que realmente impressiona é o modo como a história consegue mesclar os dois e ainda criar mais “poder da imaginação” para melhorar tudo. O enredo é complicado e possui um desenvolvimento bem lento mas que chega a uma conclusão empolgante.

Nota do Usuario: 4.8 ( 10 Votos)
70

Sobre Raito

Raito
Podcaster e editor de áudio, gamer casual, viciado em tecnologia, animes, mangás e cultura japonesa em geral. Gêneros preferidos são comédia, suspense e ação. Excluiu o Shoujo água com açúcar de sua vida e hoje é uma pessoa mais feliz.

4 Freaks estão discutindo o assunto. Participe Tambem.

  1. Larissa Guilger

    Nem li mas a Renatinha é uma boa pessoa!

Grita Aqui!

Or

O seu Email não será publicado.Campos Obrigatorios estão marcados. *

*