Coluna: Cosplay, porque otaku também é artista!

Cos-quem?

Aye!!! Aqui estou, o colunista mais esquisito do Anime Freak Show, para mais uma matéria! Essa semana, falaremos de um assunto que interessa à todos os otakus. Pelo menos, a maioria deles (ou não, nunca se sabe né…). Se você é otaku, você com certeza já ouviu falar de Cosplay, então é hora de saber como e porque as pessoas o fazem.

Começando!!!

Você é otaku, vai à eventos direto, tem vários amigos que também vão, gosta de se divertir e tirar fotos (até conhece a galera do AFS e de outros sites ou grupos voltados para esse público), mas nunca fez um cosplay porque acha muito difícil. Bom, acredito que a grande maioria dos otakus se encaixa nessa descrição acima e, muitos desses, apesar de nunca terem feito, acham cosplay o máximo e até gostariam muito de fazer, certo?

Exemplo claro de Cosplay bem feito e bem trabalhado

Pois bem, nesta matéria (que até poderia ser chamada de tutorial, mas eu acho que matéria é mais adequado) explicarei como começar a se tornar um cosplayer, minimizando os problemas e fazendo seus eventos tornarem-se muito mais divertidos. Eu não vou explicar o que é cosplay e a sua história, pois se você chegou até aqui, creio que já saiba do que se trata…

Começar no mundo Cosplay nunca é fácil. Tem um monte de dúvidas, preconceitos, medos, dificuldades, mas o resultado final sempre é muito bom e motivador para qualquer pessoa.

Mas no início, antes mesmo de escolher o personagem, você precisa colocar uma coisa na sua cabeça: Tudo o que você está fazendo é normal.

Não adianta sentir-se envergonhado ao sair de casa maquiado para o personagem ou já com alguma peça de roupa que o personagem usará, também não dá para ficar com medo de carregar réplicas de espadas, báculos, lanças e outras armas (recomendo que faça réplicas de madeira ou materiais menos perigosos, já que nos eventos não estão mais deixando entrar com armas de metal). Isso é necessário. Se alguém puder te levar de carro, ótimo, mas se não puder, os ônibus e metrôs são os meios de transporte de 99% dos otakus. Fora que é muito mais divertido se você for em um evento grande e encontrar pessoas que também estão indo para lá no caminho.

Alguns otakus gostam de já sair de casa devidamente vestidos com seu cosplay e, num dia de Anime Friends ou Family da vida, você pode topar com um Ninja de Konoha ou um Shinigami no meio da rua, mas eu não aconselho, pois isso pode ser prejudicial à roupa, além de atrair olhares curiosos demais do que estamos esperando. É claro que se você estiver com uma galera, não há problema nenhum nisso. Fora que é divertidissimo estar em um evento de cosplay e ir almoçar num shopping ou num McDonald’s com um grupo de cosplayers (experiência própria :p), as pessoas pedem até pra tirar foto com você mesmo sem saber qual é o seu personagem.

Uma boa dica também é que vários cosplayers costumam se vestir dentro do evento, o que é muito mais fácil e prático, já que a maioria deles hoje em dia possui guarda-volumes para você deixar sua mala, mochila ou qualquer outra coisa que esteja usando para carregar seu cosplay. Chega à ser engraçado entrar em um banheiro no começo do evento e ver um monte de cosplayers “montando” seus personagens. Se precisar de ajuda, não hesite em pedir, lá todos são gentis e estão na mesma situação que você (pelo menos a maioria deles), eles não vão reclamar em te ajudar e, as vezes, acabam precisando de ajuda também. Fora que você pode até acabar encontrando alguém que está fazendo cosplay de um personagem da mesma série que você e, com isso, você já encontrou um grupo, caso não esteja em um.

Bom, já solucionamos um problema, agora vamos à outro que faz com que muitas pessoas desistam de fazer cosplay.

Existem alguns cosplayers que são os “profissionais” dessa arte, aqueles que atraem mais fotógrafos, que são populares, que participam de concursos e competições.

Sim, as roupas deles são muito bonitas e bem feitas, mas você não deve se preocupar com o que as pessoas vão achar de você em relação à eles. Muitas vezes, a gente rala muito pra conseguir fazer uma roupa, enquanto que outros tem ajuda profissional e fazem os seus cosplays apenas para participar e querendo ganhar os concursos.

Não que isso seja errado, mas a grande graça de fazer o cosplay não é ser o campeão do concurso, mas sim preparar uma roupa legal, mostrar para seus amigos, se divertir e tirar fotos para recordar o momento.

Participar do concurso é legal? Claro que sim, aconselho vocês à participarem, mas por favor, elaborem uma apresentação com o objetivo de se divertir, fazer os outros dar risadas (deve ser por isso que eu prefiro as apresentações de categoria livre) e não apenas para ganhar.

Quando um cosplay trás dor de cabeça e frustração à você, é melhor repensar se vale a pena ou não fazê-lo para não se arrepender depois. Ganhar concurso não é tudo!

A idéia é se divertir, mas por favor, não faça isso!

Com o meio de transporte e o objetivo do cosplay definido, agora podemos solucionar mais um problema, talvez o mais difícil de todos, os pais.

Sim, os pais às vezes podem se tornar o maior problema de um cosplayer. Não posso dizer que é ruim o seu pai ou a sua mãe achar estranho você fazer um cosplay, mas se analisarmos pela cultura brasileira, cosplay não é algo tão comum assim, ainda não, apesar de o Brasil já ser um dos melhores do mundo nos concursos internacionais.

Então, se seu pai ou sua mãe não quiserem que você faça um cosplay, é hora de tomar uma atitude criativa! Você pode pedir para eles lerem essa matéria para que eles percebam que não é nenhum bicho de sete cabeças e que muitas pessoas também fazem isso. Pode mostrar fotos de cosplayers brasileiros, mostrar como são os concursos e quantas pessoas fazem isso. Se não resolver, leve-os com você no evento (o único problema é que você não vai poder fazer nada louco ou inconseqüente enquanto estiver com eles… brinks ^^). Além de deixarem você se fantasiar à vontade, eles vão gostar de conhecer um pouco do mundo de seu filho (alguns pais podem chegar à pedir para se fantasiar também no evento, sério, é muito legal e engraçado quando isso acontece).

Eu só não aconselho fazer o cosplay escondido dos pais. Na verdade, eu não acho que fazer algo escondido dos pais seja legal, então, é sempre melhor ser sincero e fazer as coisas do jeito “lícito”. Além de correr o risco de ficar de castigo e perder a confiança dos seus pais, isso não é bom para a sua consciência. Não tome nenhuma decisão impensada.

Agora você já sabe como ir ao evento de cosplay, já tem seu objetivo traçado e seus pais já deixaram você ir. Hora de mais um problema, talvez o mais fácil de todos, a escolha do seu personagem.

O mais adequado para você que está começando, é escolher personagens com roupas simples, fáceis de fazer e, de preferencia, com cabelo e olho parecido com o seu (se quiser economizar com perucas e lentes, é claro, já que esses acessórios normalmente são os mais caros).

Um personagem mal escolhido pode resultar em um cosplayer frustrado… Se você escolher uma roupa muito difícil logo de cara, o cosplay pode não ficar tão bom ou você pode não terminar à tempo do evento, o que trará um resultado negativo para suas expectativas.

.

Uma roupa fácil é aquela que, normalmente, você encontra uma boa parte do cosplay na sua própria casa ou na casa de algum parente. Roupas velhas, botas, sapatos, luvas, aquela caixa velha de costura cansada da sua avó, pedaços de madeira, isopor, tudo isso pode se transformar em um cosplay muito bom e você só precisará comprar alguns acessórios. Com muita criatividade, você consegue fazer algo legal gastando pouco.

Agora que meio caminho está andado, é hora de preparar a roupa!

Essa é uma das partes mais divertidas do processo do primeiro e de qualquer cosplay que você fizer. É hora de usar toda a criatividade que você ainda não usou para criar a roupa perfeita.

Tempo e paciência são altamente necessários nessa parte. Não faça nada às pressas ou de última hora, pois a roupa pode não ficar do jeito que você quer.

Não hesite em pedir ajuda. Seja para amigos, seus pais, seus vizinhos ou até para o vendedor de uma loja. Apenas assim você irá encontrar e fazer o que quer sem problemas maiores e terá os resultados que espera (minha mãe e minha avó são ótimas cosmakers improvisadas, sério, e elas não sabiam disso!).

Agora que você já sabe como ir, já tem seu objetivo traçado com o cosplay, seus pais já deixaram você ir, você já escolheu seu personagem e sua roupa já está pronta, é hora da diversão!

Divirta-se muito com seu cosplay, tire fotos, apresente-se, invente poses, faça ensaios fotográficos com ele e guarde os momentos divertidos que passou ao lado dos seus amigos.

Até a próxima!!

Comentários:

01) Agradecimentos ao Vini que me mandou umas imagens bem legais de cosplayers nacionais e internacionais, além de ter ajudado a escolher o título da matéria.

02) Eu sou cosplayer e passei pela maioria das situações que estão aí, é claro que algumas eu apenas recebi depoimentos de quem passou, mas acho que deu pra explicar direitinho.

03) Tirando a foto dos personagens de Street Fighter, todas as outras são de cosplayers brasileiros, que por sinal, estão entre os melhores do mundo nos concursos de Cosplay.

04) Se quiser mais dicas sobre Cosplay, tenho duas alternativas!!! A primeira é ouvir o PodCast #8 ou visitar a nossa parceira, a Cosplay Forever, que tem muuuitas informações interessantes sobre Cosplay, além de muuuitas fotos para você se basear caso esteja interessado.

05) Obrigado pelos comentários da matéria anterior e, por favor, comentem essa também… Vocês não sabem como a participação de vocês é motivadora para a equipe fazer coisas cada vez melhores.

 

Comente

Sobre Anime Freak Show

Durante esses mais de 3 anos, muitas pessoas passaram pelo site, algumas não estão mais, mas suas postagens continuam aqui!

17 Freaks estão discutindo o assunto. Participe Tambem.

  1. Georgia Borguetti

    nunca fiz um cosplay e nunca fui em nenhum desses eventos. só estou meio preocupada com a roupa. ninguém que eu conheço tem a habilidade de fazê-las e eu não estou achando um lugar bom para comprar ela e os acessórios. eu nunca comprei nesses sites que vendem fantasias por isso eu não tenho certeza se posso confiar…

Grita Aqui!

Or

O seu Email não será publicado.Campos Obrigatorios estão marcados. *

*