Dante’s Inferno

Konnichiwa Minna! Hoje vou falar de um jogo que achei a história muito fofa, e pra provar pra muita garota que os jogos também podem ter romance e serem kawaii, *–*, mesmo se passando no inferno e tendo muitas mortes e muito sangue. :p Falarei de:

Dante’s Inferno (Inferno de Dante)

A história do jogo é uma adaptação de “A Divina Comédia”, um poema épico escrito na idade média por Dante Alighieri. O personagem principal é Dante, um veterano cruzado. Beatrice é a mulher de sua vida, e ele esperava casar-se com ela, mas antes disso acontecer, ele parte em uma missão com os cruzados. Durante esta missão, Dante comete várias atrocidades, que geram vários acontecimentos e conseqüentemente, a morte de Beatrice. Dante volta ao seu lar apenas para encontrar o corpo ensangüentado de Beatrice e ver Lúcifer apoderar-se da sua alma e arrastá-la consigo para as profundezas do Inferno. Não se conformando com a idéia de que o seu único amor esteja destinado a sofrer por toda a eternidade no inferno, Dante mostra-se disposto a redimir-se perante os seus pecados e a enfrentar o inferno inteiro para salvar a alma de sua amada Beatrice. *——-*

inferno

Durante a nossa jornada temos a companhia de Virgil, um dos maiores poetas da Roma antiga. A função de Virgil é guiar-nos através dos diferentes círculos infernais. No decorrer do jogo vai descrevendo as diversas partes do inferno bem como os seus pecadores. Além de Virgil, há também duas poderosas armas, a Foice da Morte (que derrotamos logo no início do jogo) e uma Cruz pertencente à Beatrice. Os ataques da Foice são rápidos, velozes e agressivos, funcionam eficazmente a curtas distâncias. Em contraste com a Foice, os ataques da Cruz de Beatrice são mais suaves e repletos de luz. Estas duas armas representam de certa forma a “luz” e as “trevas” existentes em Dante.

No jogo, o inferno é dividido em nove círculos: Limbo, Lust, Glotuny, Greed, Anger, Heresy, Violence, Fraud e Treachery. Cada círculo está situado numa posição mais baixa que o anterior. Durante a travessia de um circulo para outro, podemos optar por saltar de corda em corda enquanto enfrentamos labaredas de chamas, ou descer através de colunas feitas com corpos empilhados. Cada círculo do inferno tem um aspecto único e certo tipo de criatura está associado a cada um deles. Devo dizer que existem criaturas incrivelmente bizarras, mas as que mais me surpreenderam foram os bebês com laminas no lugar das mãos, quando acabamos com eles, soltam um grito arrepiante… Além das hordas de criaturas infernais, existem outros tipos de obstáculos, os puzzles. Estes são pouco variados e resumem-se a mover objetos e a puxar alavancas.

inferno

O inferno é um local hostil e doloroso, gritos e sussurros estão sempre presentes, e em cada círculo vemos pessoas presas nas paredes e ouvimos frases relacionadas com o pecado que cometeram.

inferno

Em “Dante’s Inferno” podemos optar por punir ou absolver os inimigos. Conforme as escolhas, recebemos pontos Holy ou Unholy. Com estes pontos podemos desbloquear ataques mais poderosos para as armas. Com os pontos Holy é possível adquirir novas habilidades para a Cruz de Beatrice. A mesma situação passa-se com a Foice, a diferença é que são necessários pontos Unholy. (achei isso muito sugoi, os demais jogos poderiam fazer coisas assim u.u)

Voltando à história: Ela é contada de três formas diferentes, através de cinemáticas em alta definição, cinemáticas in-game e sequência animada. As primeiras são realmente belas, detalhadas e cheias de cor. É uma pena que exista uma diferença abismal entre as cinemáticas in-game e cinemáticas em alta definição. Aproveitando agora que entramos no aspecto visual pra dizer que o maior defeito do jogo é ele ser muito escuro, mas felizmente, antes de iniciarmos o jogo somos alertados para a existência das opções de calibração de imagem. A falta de detalhes nos ambientes e criaturas que nos rodeiam é constante. Também é possível observar várias texturas de baixa resolução. Mas estes defeitos no campo visual trazem aspectos bastante positivos. Refiro-me aos 60FPS e à completa ausência de slowdowns. Terminei o jogo algumas vezes e posso dizer que a fluidez foi constante do princípio ao fim.

A jogabilidade é bastante variada, e além das armas já referidas, possuímos poderes mágicos. Apenas temos ao nosso dispor quatro destes poderes de cada vez, mas existem mais. A melhor opção é escolher aqueles que se identificam melhor com o seu tipo de jogabilidade. A utilização destes poderes mágicos é condicionada por uma barra de mana. Quando esta se esgota, não podemos utilizar esta habilidade. Os upgrades existentes com base nos pontos Holy e Unholy podem aumentar esta barra, bem como a barra de vida. As fontes de mana espalhadas pelo inferno recarregam a nossa mana. Também existem fontes de vida e de pontos.

“Dante’s Inferno” é capaz de agradar até os mais exploradores que gostam de colecionar tudo o que existe. Nos cantos mais obscuros do inferno podemos encontrar vários objetos. Destes objetos, os que mais compensam encontrar são as Relics. Estas garantem bônus, como por exemplo, aumento da percentagem de dano causada por nós e diminuição da percentagem de dano causada pelos inimigos. Existem várias, todas com as suas vantagens especiais, e estão espalhadas pelos nove círculos do inferno.

Apesar de seu aspecto visual ter ficado um pouco abaixo do padrão nos jogos do gênero, Dante’s Inferno é capaz de proporcionar diversão e de vos prender até ao fim do jogo. Para uns pode se tornar repetitivo e sem interesse, mas é uma ótima escolha para os apreciadores do gênero, principalmente se gostaram de “God of War”. Violência e Brutalidade são o prato principal do jogo, mais não podemos esquecer o motivo principal para a ida do nosso querido Dante ao inferno, ou seja, o amor por sua linda Beatrice. *—-*

Hm, não poderia terminar esta análise sem mencionar as semelhanças de “Dante’s Inferno” com “God of War”. As QTEs, os movimentos de personagem, os combos, os puzzles, o sistema de gravação, a interação com o ambiente, tudo isto nos lembra “God of War”. Não me entenda mal, isto não é propriamente um aspecto negativo, mas seria agradável ver um “Dante’s Inferno” com uma personalidade, até porque ele é um jogo com enorme potencial. *-*

Espero que todos tenham gostado, se gostou procure o jogo, jogue e comente! Conheça o inferno de Dante você também. Beijinhos meus queridos e até semana que vem! *—-*

Comente

Sobre Anime Freak Show

Durante esses mais de 3 anos, muitas pessoas passaram pelo site, algumas não estão mais, mas suas postagens continuam aqui!

10 Freaks estão discutindo o assunto. Participe Tambem.

  1. Agora sobre a discussão dos comentários, realmente parece que vc não jogou, (como eu disse parece) “eu sei bem das dificuldades dele, só que quem conhece bem/ joga esse tipo de gênero conhece bem os níveis de dificuldade por isso optei não comentar sobre eles” bem vc esta escrevendo um review do game certo? então nem todas as pessoas podem conhecer genero, bem acho que algo que não devia faltar era, falar da historia, gráficos jogabilidade, dificuldade, e trilha sonora e tbm falar dos pontos fracos do game, se não realmente parece apenas um mini review da capa do game como dito pelo “O fantasmas”, bem é isso até. (visitem o http://level01.wordpress.com )

Grita Aqui!

Or

O seu Email não será publicado.Campos Obrigatorios estão marcados. *

*