Debate sobre a saga Devil May Cry

DEVIL MAY CRY

 

        -Mih: Yooo Galerinha que acompanha o nosso querido AFS, eu estava com preguiça de montar uma matéria, então vou começar a minha nova coluna que falará sobre Games, com uma matéria que eu e o nosso querido editor de notícias Rafael Fair montou comigo sobre a saga de Devil May Cry *o*

        -Fair: Fala ae galera do AFS, aqui quem fala é o RafaelFair, não sou o novo colunista do site, sou o editor de notícias, mas estou aqui para trazer um tipo de conteúdo que há muito andava parado por aqui, o conteúdo de games! Isso mesmo, você aí otaku que também curte jogos eletrônicos, seja bem vindo a essa coluna. Não irei falar apenas de jogos novos, não irei falar de jogos que viraram animes ou vice-versa, irei trazer conteúdos relacionados a comunidade gamer, como eu havia conversado com a galera e muitos concordam que 95% dos otakus também são gamers, na staff mesmo temos vários deles. Agora vamos ao que interessa!

Devil May Cry, ou:

  ” U diabu chora em maio manu!”

-Noob sobre tradução de Devil May Cry.

Devil May Cry será tratado como DMC para evitar perda de tempo, okay? DMC é um jogo de Hack ’n Slash excepcional (quem não concorda, some! kkk), que deu origem a muitos outros dos quais estamos acostumados hoje em dia. Muitas pessoas não sabem que DMC era para ser uma continuação de Resident Evil, especificamente era para ser o RE4, sim, isso mesmo meus caros. Mas o conceito desse jogo fugia muito do que era seguido pelo RE (Resident Evil) por isso Hideki Kamiya, diretor do jogo, deixou de lado a ideia de continuação para RE e criou a nova série que futuramente faria e ainda faz tanto sucesso. A jogabilidade foi um dos maiores destaques para o sucesso absurdo que o jogo se tornou, é uma mistura louca e frenética de pancadaria, esquivas, tiros, espadadas, monstros para todos os lados e muita loucura. (Se você tem epilepsia eu sugiro que não jogue DMC) O estilo Hack n’ Slash do DMC é muito frenético e muito rápido, você tem que ter certo nível de habilidade com os controles para poder seguir em frente no jogo, muitas vezes me frustrei enquanto jogava. O jogo trouxe consigo um novo genêro, o Stylish Crazy Action (pura loucura, para quem já jogou) devido a sua jogabilidade frenética cheia de dorgas.

ENREDO

DMC conta a história de Dante, um meio-demônio/humano que também é um caçador de demônios e trabalha mais ou menos como um mercenário, ele é contratado para acabar com a raça de demônios ou forças sobrenaturais que assolam a humanidade. Resumindo ao máximo é basicamente isso.

ORDEM CRONOLÓGICA

Falaremos um pouco sobre os jogos em sua ordem cronológica correta, não pela ordem de lançamento. Muitas pessoas nem sabem da real ordem, por isso ficam meio confusas quanto a história em volta do jogo.

DEVIL MAY CRY 3 : DANTE’S AWAKENING

 

devil

O jogo é o primeiro na ordem cronológica, ele conta o motivo da briga entre os irmãos gêmeos Dante e Vergil e como o herói se tornou um famoso caçador de demônios. Segundo uma pesquisa que eu fiz com alguns fãs da série, eles disseram que esse título é o melhor da franquia. (Quem não concorda com isso, COMENTA!!!)

HISTÓRIA

A história mostra a tentativa de Vergil, irmão gêmeo de Dante, de liberar e possuir o corpo  de seu pai, o grande demônio Sparda, para se tornar poderoso e dominar o mundo e afins (coisa de vilão). Dante como bom protagonista que é, deve impedir o seu irmão de fazer tal proeza, assim salvando o mundo da destruição. Dante funda uma loja de extermínios a demônios, a qual é atacada logo no inicio do jogo e que só tem seu nome proclamado após o termino do jogo. (Para aqueles que não sabem, o nome da loja é: Devil May Cry. Kkkk).

JOGABILIDADE

         A jogabilidade é excelente, sendo o último título lançado para PS2, tem ótimos gráficos, os comandos são bem soltos, uma alta variedade de combos, a dificuldade também é um ponto forte, temos desde o jogador mais casual, aquele que quer apenas terminar o jogo, como temos também a dificuldade “ultramasterhighforevercomplicadofodonesdifícilmotherfuckerhard”, para aqueles que adoram um desafio e que adoram passar horas e horas em frente a televisão.

            -RafaelFair(opinião): É um jogo muito bom, de jogabilidade excelente, com uma velocidade frenética. O enredo é razoável, gostei da separação por estilos; Trickster, Swordmaster, Gunslinger, Royalguard, Quicksilver e Doppelganger, eles deram uma nova dinâmica ao jogo. Sistema de missão, de dificuldade e de compra de itens também é muito bom.

        – Mih(opinião):  Antes de começar quero dizer que está sendo uma honra pra mim, estar aqui comentando de um dos meu jogos preferidos. Foi através do DMC3 que eu tive o primeiro contato com a franquia dos vários outros jogos da saga…Haa explicação rápida sobre o que o que o Fair falou, o Trickster concentra-se na capacidade de esquiva, o Swordmaster mantém as tuas armas brancas por perto, enquanto que o Gunslinger mantém os teus inimigos à distância. Royal Guard é para todos os fãs da Capcom da pesada, já que ataques bem temporizados provocam danos enormes, mas se fizeres asneira o seu sangue será perdido, sem você nem ter tempo para reclamar u.u  O DMC3 é um jogo difícil, muito difícil mesmo. Há vários quebra-cabeças (eu custei passar D: ), os vilões são difíceis de derrotar. Podemos comprar Vital Stars (expansões de energia de saúde) e Yellow “continue” Orbs (Órbitas amarelas de continuação), mas o seu preço aumenta à medida que as compras, penalizando os jogadores que têm mais dificuldades com o jogo, ou seja se você é ruim , está realmente ferrado. Uma coisa que eu não gostei no jogo é que ao enfrentar os vilões de fim de nível, voce não pode gravar enquanto não tiver matado o vilão e o que mais irrita é o fato de que se você morrer vai ter que recomeçar todo o nível do início, e com isso eu e alguns jogadores não sobrevivem a este grande exercício de frustração. Mais falando um pouco da história, eu gostei do enredo (sim, eu sei que eles podiam ter feito algo melhor), os gráficos (por ser de play2) são bons, mais dava sim pra fazer algo melhor!

Há, também o DMC 3: Dante’s Awakening Special Edition.

devil

Nele tem os adicionais de poder jogar tanto com o Dante quanto com o Vergi, além de alguns outros extras, o que trás uma nova imersão ao jogo. Além disso, nesse jogo é possível jogar com outro “badass” que é o Vergil. Não tem muito o que falar sobre ele, já que é o mesmo jogo, apenas com novos “features”.

Devil May Cry 1:

devil

 O jogo é o segundo pela ordem cronológica. Mas foi o primeiro a ser lançado para o PS2 inovando com sua jogabilidade e estilo, tornando-se um jogo de sucesso muito rápido.

HISTÓRIA

Dante está em seu escritório, quando em um belo dia, enquanto passa por problemas financeiros (problemas que nunca vão embora xD) Trish invade sua loja e testa-o. Após o embate entre os dois, ela diz que há um trabalho para ele em uma ilha chamada Mallet.

Lá, Dante encontra Nelo Angelo, que é na verdade Vergil. Depois da luta entre os dois, Dante recupera um colar que ele junta a sua Force Edge. No final do game, Dante descobre que Trish só queria enganá-lo e entregá-lo a Mundus para finalmente abrir o portal demoníaco. Mundus acaba sendo derrotado e Dante perdoa Trish que começa a trabalhar com ele.

JOGABILIDADE

A jogabilidade é muito boa, nesse jogo ela ainda estava sendo implantada, era novidade, então é claro que havia alguns bugs, umas travadinhas durante alguns movimentos, mas que jogo daquela época não havia isso? Até hoje ainda enfrentamos esses problemas nos jogos da última geração.

       -RafaelFair: Particularmente eu não tenho do que reclamar, na minha humilde opinião é o melhor jogo da série em termos de história e jogabilidade, mesmo com os bugs e tudo mais, isso não me impediu de jogar freneticamente.

      -Mih:  Eu não irei expressar a minha opinião, porque eu desisti do jogo por causa dos bugs. Espero que vocês entendam, porque não posso comentar de algo que não sei a respeito.

DEVIL MAY CRY 4

 

No quarto jogo da série temos uma mudança de perspectiva, o jogo não gira em torno de Dante, pelo menos não em sua maior parte. Temos um novo personagem, Nero, o qual tem uma aparência física muito parecida com a de Dante, muitas pessoas levantam hipóteses dele ser parente de Dante, de ser filho do Vergil, ou ele pode ser apenas um cara parecido com eles. Nunca se sabe. Temos também a melhoria da jogabilidade e a implementação do “Devil Bringer” que é o braço demoníaco que Nero possui, assim trazendo novos combos e uma nova jogabilidade.

HISTÓRIA

No quarto jogo, os papéis se invertem em relação ao primeiro DMC, do qual a quarta versão é uma sequência direta. O jogo possui um novo protagonista: Nero. É um jovem meio demônio e meio humano (assim como Dante), que pertence a um grupo que idolatra Sparda (o Lendário Cavaleiro Negro; pai de Dante e de Vergil) e está incumbido de acabar com todos os demônios restantes. Sendo Dante um descendente de Sparda, este também é muito respeitado pelo grupo, o que se revela, mais tarde, quando Dante ataca a irmandade (apelidada de ‘Holy Knights Order’, ou ‘Ordem dos Cavaleiros Sagrados’) e assassina o “Papa” chamado Sanctus. A partir daí, Dante, que protagonizou todos os jogos anteriores, se torna o alvo da vingança de Nero. Os dois são parecidos fisicamente, mas o novo protagonista é mais jovem e suas roupas também diferem das de Dante, embora o estilo seja bem semelhante. Ao decorrer do jogo, Nero conquista a espada ‘Yamato’, e mais tarde descobre que a mesma possui uma relação com Dante (Por ter pertencido a Vergil, Irmão de Dante), e também descobre que é a única espada capaz de abrir o mundo dos demônios, mas também destruir o ‘Hell Gate’ (Portão Do Inferno), sendo esse o motivo que levou a Ordem a estudá-la e desejá-la para seus objetivos sombrios.

JOGABILIDADE

O sistema de combos ainda é o mesmo, aumentando o ranking dependendo dos golpes que conseguir conectar no menor tempo possível. O Devil Trigger continua implacável, ampliando os ataques em força e velocidade, além de recuperar parte da energia perdida. Apesar das similaridades, Nero não adquire novas armas ao derrotar um chefe (como acontecia com Dante). Ao invés disso, adiciona novas habilidades ao seu braço demoníaco, sendo de grande utilidade durante o jogo.  O jogo consiste em 20 fases, com 12 missões secretas (algumas favorecendo ou dando exclusividade a um dos protagonistas), priorizando Nero nas primeiras e Dante nas demais fases.

        -RafaelFair: Eu dei final mais de uma vez no DMC4, achei um jogo interessante, mais fluente na jogabilidade, gostei de poder puxar os monstros mesmo que distantes, tem horas que ele fica meio repetitivo de jogar com o Nero, ainda mais pelo braço demoníaco dele. Como sempre, o melhor e mais foda é o Dante, pena que ele tem apenas uns 20% de gameplay no jogo =/

        -Mih:  Bem, eu não terminei de jogar esse, por que eu não gostei da história, nem da garotinha inútil que só canta (e mal, haa e ela também usa uma camisola estranha), não gostei da mão que o Nero usa… E se prestarem atenção, na própria história fala que ele tem sangue do Sparda… Os golpes vieram melhor do que eu esperava, mas não gostei do final do jogo… Spoilers (pule essa parte e vá para o próximo jogo se não zerou Devil May Cry 4): Nero passa o jogo inteiro protegendo e indo atrás de uma garota na qual ele diz amar, e no final ele entrega um pingente de presente para ela e quando ele finalmente vai beijá-la, ele tem que ir luta mais e mais… Er, quem sabe daqui uns 3 ou 4 anos eles se beijem =p (ele lutou em vão, pra mim isso não tem sentido). PRAS PESSOAS QUE GOSTAM DO NERO, Essa é a MINHA OPINIÃO!!! Então por favor não me matem! >.<

DEVIL MAY CRY 2

devil

       O jogo é o último na ordem cronológica da franquia. Mas também é o jogo mais criticado, e muitos fãs ficaram desapontados com o jogo tanto na parte de jogabilidade quanto na história.

HISTÓRIA

 Em Devil May Cry 2, Dante e Lucia encontram-se em um museu e estão atrás da Medaglia, um item importante guardado lá. Após o breve encontro, eles vão separadamente atrás de Arius, um empresário que possui poderes demoníacos e os usa para poder conquistar o mundo. A intenção do empresário é de usar Arcana para trazer Argonax. Arcana é composta de quatro itens sagrados: Arcana Medaglia, Arcana Spada, Arcana Calice e Arcana Bastone. Argonax é outro demônio poderoso que reinou no Mundo dos Demônios, e que também foi derrotado por Sparda. A missão de ambos é impedir a ressurreição de Argonax e ainda derrotar Arius.

JOGABILIDADE

Horrível. Simples assim  O segundo jogo foi produzido por outra desenvolvedora, eles tentaram acertar coisas que estavam em desacordo no primeiro jogo, mas acabaram cometendo erros muito mais graves, tanto na história quanto na jogabilidade, ambas são muito defasadas no jogo o que acabou desapontando a grande maioria dos fãs da série.

     -RafaelFair: O jogo é um lixo, sério mesmo, fiquei muito desapontado com ele, tanto é que eu nem dei final nos dois dvd’s, um é a parte do Dante e o outro a da Lucia (biscatona non-sense que colocaram para tapar buraco na série ¬¬’) A história é outro ponto crítico, não tem muito sentido, pode ser considerado uma história pararela, talvez por isso é o último game da cronologia, resumindo, eu não gostei, assim como 99% dos fãs.

    -Mih: Nem perdi meu tempo jogando… Ele é um verdadeiro lixo!!

Devil May Cry 5 ou apenas DMC:

 

devil
     

-Rafael Fair: AAAAAAAH! Que grande decepção…

-Mih: Botaa decepção nisso… Arruinaram o jogo, arruinaram o Dante.. O que foi aquela tentativa de garoto rebelde, com cigarro na boca?? Sinceramente estou até agora tentando entender aquilo… Estou super decepcionada com os criadores, com o que fizeram com o meu Dante? (sim, eu sou FÃGIRL do Dante u.u)  Eu ainda rezo para aquilo ter salvação!!

Para terminar, também temos o anime de DMC:

 

devil

      – Rafael Fair: Um anime bom, porém poderia ter sido 10000000x melhor o/ Para quem se interessar, o mano Kiba fez uma review sobre o anime, clique aqui (http://anfreak.com.br/review/devil-may-cry/) se quiser lê-la, e comente!

      –Mih:Sobre o anime, eu achei bem interessante a tentativa de dar vida ao jogo. Sim, poderia ter sido melhor, mas como nunca é do jeito que queremos, vamos nos contentar, porque ele não é um lixo o/o/ *—*

Adorei fazer a matéria, e semana que vem volto com mais jogos legais para vocês *—-* Haa espero que tenham gostado e comentem >.<!

Comente

Sobre Anime Freak Show

Durante esses mais de 3 anos, muitas pessoas passaram pelo site, algumas não estão mais, mas suas postagens continuam aqui!

22 Freaks estão discutindo o assunto. Participe Tambem.

  1. Pq o quatro viria antes do 2 sò pq ele ta sério com uma personalidade nada a vê ?O jogo do dmc2 foi uma droga mas sempre levei em conta que ele fico assim devido ao irmão t aparecido e desaparecido no 1 mas sua verdadeira personalidade n foi completamente mudada

Grita Aqui!

Or

O seu Email não será publicado.Campos Obrigatorios estão marcados. *

*