Review: It’s me Mario! – Parte 1

   E ai galera, aqui é o Cabeça e novamente estou aqui pra para trazer uma review para vocês, mas desta vez não vou trazer apenas um, mas dois reviews de uma vez. Hoje trarei uma dobradinha de um dos maiores ícones do mundo dos games, o mais famoso encanador do mundo, o nosso querido MARIO. Os jogos em questão são Super Mario 3D Land e Mario Kart 7, ambos são lançamentos recentes do Nintendo 3DS.

Super Mario 3D Land

Mario

MARIO? QUE MARIO?

   Seguindo a ordem de lançamento, primeiro vou falar de Super Mario 3D Land. Super Mario 3D Land tinha a missão de acabar com as dúvidas sobre o potencial do até então contestado 3DS. A proposta da Nintendo para este jogo era a mistura do 3D com o 2D, mas isso causou uma pequena confusão na cabeça dos gamers. Quando a Nintendo disse que haveria uma mistura do 3D com 2D ela estava se referindo ao sistema de progressão das fases. Os jogos em 2D são aqueles em que as fases tem progressão lateral ou Side-scrolling, ou seja, os personagens só se movimentam, normalmente, da esquerda para a direita, no máximo há a possibilidade de se subir e descer. Alguns exemplos de jogos do Mario em 2D são o Super Mario World para o Super Nintendo e New Super Mario Bros. Wii para o Nintendo Wii. Já o sistema de progressão em 3D é aquele de mundo aberto, no qual os personagens “viajam” pelo cenário se movimentando em todas as direções. Exemplos e jogos do Mario em 3D são Super Mario Galaxy 1 e 2 para Nintendo Wii e Super Mario 64 par o Nintendo 64. Mas afinal, como ficou essa mistura de 3D com o 2D? Em Super Mario 3D Land as fases são em 3D (mundo aberto), você anda por elas da mesma forma que em Super Mario Galaxy, mas não existe um mapa geral em que você possa passear, você escolhe as fases que vai jogar em um menu, como em New Super Mario Bros., por isso o jogo é dividido em mundos (worlds) da mesma forma que NSMB. Muitas pessoas reclamaram sobre e essa mistura que a Nintendo criou, mas eu, particularmente, gostei muito, deixou o jogo bem dinâmico. A ideia de não existir um mapa é muito interessante para um portátil, às vezes dá vontade de jogar uma fase enquanto espera o ônibus, por exemplo, então é só ligar o 3DS e jogar a fase que você quer, não é preciso andar pelo mapa por 10 minutos até chegar ao local da fase desejada. Essa estratégia bate com a proposta da Nintendo de que o 3DS é um aparelho para ser usado em qualquer lugar e a qualquer hora.

 
A PRINCESA SEMPRE ESTÁ EM OUTRO CASTELO.

 Qualquer pessoa que já jogou algum jogo da serie Mario sabe que a história de Mario se baseia sempre em salvar a princesa Peach das mãos do malvado e repetitivo Bowser, seja isso no Reino dos Cogumelos ou em outra galáxia. Super Mario 3D Land se passa no Reino dos Cogumelos e é divido em 2 “universos”, cada universo com 8 mundos e cada mundo com cerca de 5 ou 6 fases dependendo do mundo. As fases passam por cenários que vão desde os campos abertos do Reino dos Cogumelos, passando por cavernas e casas mal-assombradas e vão até Castelos e barcos voadores controlados pelo vilão mais frustrado da história dos games. As fases estão muito bem construídas e extremamente bonitas de se ver. Outro ponto muito interessante é que os cenários foram construídos com alguns pequenos detalhes que podem passar despercebidos por não terem relevância para o decorrer da aventura, mas são detalhes que dão um toque diferenciado ao game, são pequenas características que mostram uma atenção da Nintendo no momento da criação dos cenários. Um exemplo destes detalhes que citei acima são alguns dentes-de-leão que ao serem tocados por Mario liberam esporos que, quando vistos com o efeito 3D ligado, dão a impressão de que irão sair da tela e bater no seu rosto. É fácil perceber que o cenário foram todos cuidadosamente planejados e criados, todos os elementos se juntam para formar os belos cenários, já comuns nas aventuras do encanador italiano.

MAIS BELO QUE A PRÓPRIA PEACH.

   Os gráficos estão lindos, estão bem polidos e coloridos, são sem sombra de duvidas um dos mais belos jogos do 3DS. Outro fator que interessa muito aos donos do 3DS é sobre o efeito 3D. Em SM3DL o efeito 3D é um dos melhores, se não o melhor, já feito para o 3DS. Eu particularmente joguei todos os jogos do 3DS com o efeito 3D desligado, a principal razão disso é que em jogos como Dead or Alive Dimensions, o efeito tridimensional compromete a qualidade gráfica e taxa de frames (cai de 60 fps para 30 fps), mas em SM3DL foi diferente, eu joguei inteiramente com o efeito ligado. O efeito 3D ligado não atrapalha em nada a qualidade gráfica do game e ainda deixa o jogo mais bonito. A preocupação da Big N em relação ao uso do efeito tridimensional foi tão grande, que existem áreas que só podem ser inteiramente resolvidas com o efeito 3D ligado. Um ponto negativo com relação ao 3D é que eu senti um pouco de desconforto com o 3D no máximo e existem pessoas que são mais sensíveis ao 3D, então estas pessoas mais sensíveis podem acabar não conseguindo jogar com o 3D ligado.

É ANALÓGICO OU NADA!

   Os controles estão ótimos e funcionam de forma idêntica à de qualquer jogo da série Mario, mas como sempre em cada novo jogo há um ou outro movimento novo. Se você já jogou qualquer jogo em mundo aberto de Mario, você já estará familiarizado com mecânica deste jogo. A movimentação do Mario é exclusiva do analógico e as setas são utilizadas para alterar o ângulo em que o 3D é mostrado, mas essa mudança é muito sutil e tem como função apenas deixar o 3D mais “confortável” à visão. É impressionante como ficou mais  fácil jogar com o analógico, realmente ficou muito “gostoso” jogar Mario no portátil. O sensor de movimento do 3DS também foi utilizado de uma forma criativa, você usa para controlar a visão de um binoculo que fica presente em algumas fases, mas não é nada que faça uma diferença na jogabilidade, está lá mais pra dizer que o recurso foi usado do que por uma necessidade técnica do jogo.

Mario


MÃE, CADE A MINHA ROUPA DE TANOOKI?

   Oque foi muito comentado também, foi a inclusão de novos power-ups, poderes estes que sempre estão presentes nas aventuras do bigodudo. A mais celebrada destas novas habilidades é a Super Leaf. Ao pegar este item Mario se veste com a clássica roupa de Tanooki, roupa esta que lhe permite flutuar por um tempo além de ter uma cauda que é usada para atacar os inimigos. A Super Leaf tem duas variações: a Golden Leaf e a Statue Leaf. Como vou falar mais a frente sobre a Golden Leaf, agora só vou explicar o funcionamento da Statue Leaf. A Statue Leaf difere da Super Leaf normal apenas em um aspecto: quando você pula e agacha (crouch) o Mario se transforma em uma estatua de pedra que não sofre danos ao, por exemplo, cair em cima da tartaruga com o casco espinhento. Esteticamente a Statue Suit também é diferente, pois Mario usa um lenço vermelho no pescoço junto com a roupa. Outro novo power-up é a Boomerang Flower que transforma Mario em Boomerang Mario. O Boomerang Mario, como vocês já devem imaginar, lança bumerangues que servem para matar inimigos e para coletar moedas que estão distantes, é só lançá-lo na direção da moeda e ela automaticamente será contabilizada no marcador e isso vale também para as moedas grandes com o desenho da estrela. A ultima habilidade e que pra mim é mais interessante pela inovação é a Propeller Box. Esta pequena caixa tem uma hélice que quando se aperta o botão pulo e o mantem pressionado, Mario sobe verticalmente a uma altura considerável e começa a descer lentamente por causa das hélices. A Propeller Box é interessante porque ela te dá acesso a áreas diferentes ou te permite cortar caminho em áreas altas, outro fator diferente é que a Propeller Box não substitui a habilidade já equipada como a fazem os outros power-up, ela fica junto com o power-up equipado e quando usado com a Super Leaf lhe permite usar tanto a habilidade da caixa como o golpe de cauda. Outra particularidade desta pequena caixa é que você sempre deixa ela no fim da fase e ganha uma vida, não é possível levar o Propeller Box para ser usada na próxima fase.

Mario

UM DIFÍCIL JOGO FÁCIL.

Um fator que causou certo “rebuliço” entre os fãs do encanador foi a dificuldade do game. Em uma rápida busca entre as opiniões sobre oque os gamers acharam do jogo você vai encontrar diversos comentários do tipo: “o jogo é fácil e curto”, “o jogo é ridículo, terminei em um dia”. Estes comentários estão certos e errados, vou me explicar: Como eu disse lá no começo o jogo tem dois “universos”, só que este segundo universo só é liberado após terminar o primeiro, a questão é o primeiro “universo” é realmente MUITO fácil e ainda tem uma série de facilidades como a Golden Leaf e a P-Wing. A Golden Leaf é idêntica à Super Leaf só que a Tanooki Suit fica na cor branca e dourada e te deixa invencível até o fim da fase, é como se fosse uma união da Super Star com a Super Leaf. A Golden Leaf aparece após você morrer mais de 5 vezes seguidas. Sobre a P-Wing eu vou ser sincero eu só a vi em vídeos até agora, não consegui encontra-la porque segundo os vídeos ela é muito rara, ao pegar/usar a P-Wing o Mario é automaticamente transportado para o fim da fase(um vídeo com ambos os poderes estará logo abaixo). Estes super power-ups somados com fases fáceis pode resultar monotonia, o jogo fica muito fácil e isso fez com que várias pessoas desistissem de jogar no mundo 5, por exemplo. A questão é após estes 8 mundos iniciais você abre outros 8 mundos que são praticamente as mesmas fases só que todas elas foram refeitas e estão MUITO mais difíceis, tão difíceis de serem até frustrantes em alguns momentos. Neste segundo “universo”, além de fases mais difíceis por serem remodeladas, outros fatores também foram introduzidos para deixar o jogo ainda mais dificil, como por exemplo, fases em que as fases começam com apenas 30 segundos e você tem que se preocupar em pegar os relógios que te proporcionam mais 10 segundos ou ainda fases em que um clone roxo do Mario te segue e refaz todos os movimentos feitos por você e ao encostar em você é como encostar em um inimigo. Pode parecer que não tem nada de mais, mas pode causar uma dor de cabeça em alguns momentos. Além destes elementos os castelos do segundo universo só podem ser habilitados com um determinado número de estrelas gigantes (aqueles com uma estrela estampada e existem apenas 3 por fase) e no mundo 8 todas as fases tem que ser liberados com um determinado número de estrelas, ou seja você terá que pegar todas as estrelas que existem nas fases, além disso não existem os super power-ups no segundo universo. E aqui cabe uma critica com relação ao balanceamento da dificuldade, o game tem um salto de dificuldade imenso, você sai de 8 mundos muito fáceis e entra em 8 mundos muito difíceis, na minha opinião deveria haver uma evolução na dificuldade, o jogo deveria ir ficando mais difícil com o passar dos mundos e não ficar extremamente difícil do nada. Além disso ser ruim, pois acostuma mal o jogador, pode acontecer como vêm acontecendo de pessoas que desistirem do jogo antes de terminar os primeiros 8 mundos.

PORQUE COMPRAR SUPER MARIO 3D LAND?

   Super Mario 3D Land é um excelente jogo que foi produzido com selo Nintendo e este selo implica em toda a atenção, cuidado e a “magia” que já são clássicos dos jogos da Big N. SM3DL é extremamente divertido, você joga uma fase atrás da outra sem parar e, para mim, é o melhor jogo feito para o 3DS até agora. Muitos disseram que SM3DL é um ótimo jogo, mas um Mario bom, eu não concordo. Eu acho SM3DL um título incrível, um jogo que fez uma aposta em um novo tipo de jogo (mistura do 3D e 2D) e isso abre novas portas para novos excelente títulos, é logico que eu quero um Mario de mundo aberto no 3DS, quem sabe um Super Mario Galaxy 3D, mas isso não quer dizer que este jogo é ruim ou não é um bom titulo de Mario. A questão da dificuldade foi sim uma bola fora da Nintendo, mas mesmo o primeiro universo sendo fácil, ele ainda é divertido. Eu não me senti desmotivado pelo jogo ser fácil, mas se alguém sentir isso, vale a pena esperar um pouco e jogar o segundo universo, ai sim vai ser um desafio. SM3DL é um titulo indispensável para qualquer dono do 3DS, não só por ser “Mario”, mas por ser um titulo divertidíssimo e que agrada a praticamente todos os públicos. E para aqueles que falavam que o 3DS não tinha nenhum titulo inédito de peso, aqui está ele.

Comentários:

-Primeiramente gostaria de agradecera todos que leram e comentaram no meu ultimo review. Sério galera muito obrigado mesmo.

-Devido ao tamanho destas duas reviews de Mario, o review de Mario Kart 7 será postado semana que vem, então semana que vem estarei aqui novamente.

-Querem criticar, elogiar, dar sugestões? Querem se declarar para mim? Então comentem!

Comente

Sobre Anime Freak Show

Durante esses mais de 3 anos, muitas pessoas passaram pelo site, algumas não estão mais, mas suas postagens continuam aqui!

10 Freaks estão discutindo o assunto. Participe Tambem.

  1. Review muito bom do melhor jogo do3DS até o momento (rezando para monster hunter vir ao ocidente!!!)

    • Muito Obrigado pelo cometário Roneyz!

      Não é só você que está rezando para todos os deuses dos games para que o Monster Hunter venha. XD

Grita Aqui!

Or

O seu Email não será publicado.Campos Obrigatorios estão marcados. *

*