Especial Departamento Editorial: Janjão

HELLO BIG JONH, I WANT TO PLAY A GAME… COFCOFCOF… Nossa, é difícil fazer essa voz. E ai galera, aqui é o Cabeça e hoje venho trazer a minha parte neste Especial do Editorial (olha só rimou XD) Neste meu texto eu vou contar o que aconteceu com o Janjão, o revisor que atraiu a ira do THE BOSS.

NARRADOR: Agora vamos acompanhar os acontecimentos do nosso revisor Janjão.

JANJÃO: Anh? Ai, minha cabeça… Nossa, o que aconteceu? Onde eu estou?

???: Você está no QG do AFS.

JANJÃO: Mugi? É você?

MUGI: Sou eu sim, mas… Quem é você?

JANJÃO: Mugi, não lembra de mim? Sou eu, o Janjão, o novo revisor do site.

MUGI: Ah, revisor? Nossa que bom, não aguentava mais ser o único revisor aqui.

FER: Revisor… Pffff… Pra que revisor? Quem liga para o português correto?

MUGI: Ah, deixa ela pra lá, mas você está bem?

JANJÃO: Minha cabeça está doendo um pouco… Eu tive um sonho estranho: eu tinha sido mandado para um universo paralelo por causa de um cafeteira.

MUGI: Que loucura cara!… Bem, senta aqui. Deixa só eu terminar essa partida de TCG com Kiba e eu já te levo na enfermaria.

JANJÃO: Ah TCG de Pokémon, vocês são viciados nisso.

MUGI: Você está de sacanagem? A gente está jogando MAGIC!

KIBA: Que Pokémon o que? Pokémon é horrível, o negocio é Digimon. Pokémon é medíocre.

JANJÃO: Eh… Mas…O QUE? Vocês estão doentes?

KIBA: Doente me deixa esses fãs de Pokémon, “ah, olha só eu batalho usando um rato elétrico”. Deprimente.

JANJÃO: Kiba, você está estranho.

KIBA: Pelo menos eu não estou vestido igual o Papillon de Busou Renkin.

JANJÃO: Ãnh? QUE ISSO, POR QUE EU ESTOU VESTIDO ASSIM?

MUGI: Mas sem preconceitos, cada um se veste da maneira que mais gosta. Mesmo que use uma máscara de borboleta. O.o

JANJÃO: Bem, isso não importa… Me deixa entender o que está acontecendo aqui. Mugi, seu anime favorito é One Piece né?

MUGI: Para com isso cara, eu detesto One Piece, aquele negocio de pirata que come uma fruta e não pode nadar não faz sentido.

JANJÃO: Então qual é?

MUGI: É lógico que é Naruto! Naruto é muito louco, eu adoro os fillers do anime. Ah, não posso esquecer de No.6… Aquilo sim que é romance!

JANJÃO: Sério, tem alguma coisa muito errada aqui.

SEIJI: Não tem nada errado aqui não, tá tudo ótimo. Tá tudo tão bem que eu estou muito empolgado pra fazer a captura de áudio dessa semana… Não… Já sei, vou fazer a captura dessa semana e a da próxima!

JANJÃO: Seiji, você não está cansado ou com sono?

SEIJI: Sono? Que sono? Eu estou duas semanas sem dormir e não estou com nada de sono.

JANJÃO: O.O

SEIJI: E hoje tem jogo do verdão, então não vou dormir de novo.

JANJÃO: Eu estou começando a fica seriamente assustado…

KIBA: Pessoal, pessoal, venham ver esse vídeo novo do “Always say no to panda”.

RODZ: Ah, eu não vou ver não, eu não gosto dessas coisas de internet. E as tirinhas com memes então? Me deixam com muita raiva.

FER: Panda? Não sei por que eu não gosto desse animal. Não vejo graça nenhuma nele.

KIBA: Olha esse outro vídeo com um canguru boxeador!

RODZ: Putz, boxe, está piorando.!Eu detesto Boxe, esporte chato, violência desnecessária em uma luta que você tem que ficar dando soco sem parar. O negócio é Curling! Isso sim é esporte.

MUGI: Minna, vamos parar com isso e vamos trabalhar no cast? Falando nisso, cadê aquele estagiário com o bruto do cast?

???: Desculpe pessoal, estou chegando.

JANJÃO: Será que o estagiário é o Feto ou o Ricky?

SKY: Desculpe pelo atraso pessoal, foi minha culpa, meus bichinhos passaram mal essa noite.

JANJÃO: SKY? VOCÊ É O ESTAGIÁRIO?

SKY: Sim, sim, eu estou aqui para ajudar em tudo que eu puder.

JANJÃO: Ma… mas… Você não tem aquele exército gigante de capivaras? Você podia dominar todo mundo aqui!

SKY: Capivaras? Não, eu crio ornitorrincos. Tenho 100 deles lá em casa. Cara, eles são incríveis! São mamíferos aquáticos…

JANJÃO: Eu não estou acreditando, eu tenho que sair daqui.

SEIJI: Ah, e quando você voltar, pode trazer uma bebida pra mim? Mas nada com álcool, por favor.

NARRADOR: Então Janjão sai atordoado da sala e encontra uma figura inusitada.

JANJÃO: JIN! JIN!

JIN: Oi Janjão!

JANJÃO: Perai, mas você é você mesmo, ou você é o você que não é você?

JIN: Ah…eh… Eu sou eu, eu acho O.o

JANJÃO: Perai, deixa eu fazer o teste: Jin você sabe onde você está?

JIN: É…não.

JANJÃO: Você sabe como você chegou aqui?

JIN: Não não… Perai… SEI! Eu devo ter entrado errado em algum lugar entre a minha cama e o meu armário.

JANJÃO: Mas… Mas como você conseguiu fazer…? Ah, deixa pra lá. Só me explica essa roupa rosa do Link.

JIN: Ah, esse é o meu pijama. Gostou?

JANJÃO: ÉÉÉ… Sim, sim muito bonito *sarcástico mode on*. Esquecendo isso como você vai sair daqui?

JIN: Eu já resolvi isso. Eu encontrei essa fadinha que está me guiando.

NAVI: Hey Listen!

JIN: Ela está me levando pra conhecer um cara chamado Ganon. Ele não parece ser um cara bem legal? Bom, já vou indo.

JANJÃO: Calma! Como eu faço pra sair daqui?

JIN: Isso é fácil: É só cruzar essa praça à frente, contornar a fonte e virar e esquerda.

JANJÃO: JIN… A gente está em um CORREDOR FECHADO, como eu vou fazer isso que você fal… Jin? Jin? Sumiu.

NARRADOR: Janjão resolveu então se aventurar pelo opressor corredor principal do prédio do AFS.

JANJÃO: D-SHOP? Será que eu vou conseguir ajuda aqui? Com licença, alguém poderia me ajudar?

???: Pois não?

JANJÃO: Drih? O que você está fazendo aqui? Perai, você também tá toda maluca igual todo mundo por aqui?

DRIH: Não, não! Eu sou a Drih do mundo real. Só estou aqui a negócios.

JANJÃO: Tá, agora você me confundiu de vez! O.O

DRIH: Deixe-me explicar: Esse mundo é o “Mundo Reverso”, uma das realidades alternativas criadas pelo THE BOSS. Aqui eu trabalho nessas realidades para complementar a minha renda.

JANJÃO: Como assim complementar a renda? O.o

DRIH: Bem, nesse mundo eu vendo alguns itens “diferentes”, te interessa alguma coisa?

JANJÃO: Como eu faço pra sair daqui?

DRIH: É fácil, é só você vencer o THE BOSS dessa realidade.

JANJÃO: Ah bom, ainda bem que é só isso! Eu achei que eu ia ter que fazer alguma coisa difícil, como precisar matar um dragão. ¬¬’

VELHA DE PASSAGEM PELO LUGAR: Dagrão?

JANJÃO: Meu deus… Olha ali minha senhora, seu neto está te chamando!

VELHA: Onde?

NARRADOR: Então a velha foi embora.

DRIH: De qualquer forma, tenha calma, meu jovem padawan. Eu estou aqui para ajudá-lo, mas por um preço, é claro.

JANJÃO: Pelo menos isso. O que você tem pra me ajudar?

DRIH: Olha eu estou com um Gundam sobrando no estoque. Faço um precinho camarada pra você.

JANJÃO: O.O Acho que eu não tenho dinheiro pra tudo isso!

DRIH: Tá bom, deixa eu ver… Que tal um Death Note usado?

JANJÃO: Daria pra usar no Ric… Mas não, tem que ser mais barato.

DRIH: Quanto você tem?

JANJÃO: Ééé…R$ 3,40

DRIH: Ihhhh, você deu azar, o Irreal está alto esse mês.

JANJÃO: Irreal?

DRIH: É a moeda dessa realidade, é tipo o inverso de real.

JANJÃO: Eu não acredito que eu ouvi isso… Bem, o que eu posso comprar?

DRIH: Foi o THE BOSS que inventou isso, vai reclamar com ele! Olha, com isso ai você consegue comprar uma HINT.

JANJÃO: HINT?

DRIH: É. É um envelope mágico que se você abrir enquanto estiver enfrentando o THE BOSS, ela vai te dar uma dica.

JANJÃO: Olha só, essa é uma boa notícia. Tá bom, me dá um envelope desses.

DRIH: Ah, pra encontrar o THE BOSS é só passar por essa porta aqui no fundo da loja. Não se esqueça: use a carta, ela vai te salvar nessa batalha!

NARRADOR: Janjão passa pela porta, atravessa outro corredor e chega a uma ampla sala com uma enorme poltrona virada. Sim, naquela poltrona está o THE BOSS dessa realidade e a batalha decisiva está cada vez mais próxima.

*Tocando uma famosa música no fundo*

JANJÃO: A Marcha Imperial, isso é sério? Cara, que coisa clichê!

???: Não gostou? Eu posso mudar pro Kuduro, perai…

JANJÃO: NÃO, NÃO, Deixa a Marcha Imperial, por favor.

???: Bem, você é que sabe. Então, o que traz esse viajante dimensional à minha sala?

JANJÂO: Eu só quero voltar pra casa… Você pode se virar pra conversar comigo?

???: Ah, claro.

NARRADOR: Então o THE BOSS do mundo paralelo gira a poltrona e revela a sua identidade é revelada.

JANJÃO: MÃE DE ARCEUS, RICKY É VOCÊ? CARA O QUE ACONTECEU COM A SUA CABEÇA?

RICKY: Sim! Sou eu mesmo, você está surpreso? Imagino que sim. Ah, minha cabeça está assim por que eu absorvi conhecimento equivalente a 10 supercomputadores, meu cérebro agora é uma máquina!

JANJÃO: Tá, mas com tanto conhecimento não tinha como fazer a sua cabeça ficar pelo menos do tamanho de uma melancia?…Perai…isso na sua cintura é um sabre de luz de brinquedo?

RICKY: Ah, então você reparou nele? Assustador, não é mesmo?

JANJÃO: Se com assustador você quer dizer ridículo, sim, estou apavorado!

RICKY: Sério mesmo? Nem um pouquinho de medo? Nem um surtozinho? Droga… ESTAGIÁRIO!

SKY: Sim, mestre do português perfeito.

RICKY: Eu quero que você dê 150 chibatadas no Gust, é culpa dele eu usar esse sabre ridículo.

SKY: Mas, incrível mestre do AFS, foi o senhor que compr…

RICKY: SILÊNCIO! VÁ AGORA!

SKY: Sim senhor.

JANJÃO: Perai, o Gust está nesse mundo?

RICKY: Na verdade é o Gust do mundo reverso.

JANJÃO: É, tem coisas que não mudam nem no mundo reverso…

RICKY: Aqui a gente o chama de “NOWIND”… Entendeu? Sem vento, gust, rajada… Não? Não foi boa?

JANJÃO: EU NÃO ACREDITO QUE VOCÊ DISSE ISSO! E VOCÊ PODE ME EXPLICAR PORQUE NAQUELA PLACA ESTÁ ESCRITO “QATEL GENERAL”?

RICKY: Qatel, qatel… Onde que está o erro? Não estou vendo.

JANJÃO: Não era pra ter um “U” ai?

RICKY: Um “U”? Não, perai… ESTAGIÁRIO!

SKY: Meu senhor da gramática impecável, o que desejas?

RICKY: QUEM ESCREVEU ESSA PLACA?

SKY: É… Foi o senhor mesmo que a escreveu.

RICKY: Sério? Eu não lembro disso…ESTAGIÁRIO, dê 300 chibatadas no “NOWIND”! Bom, agora foi engraçado não foi?

JANJÃO: Eu preciso responder?

RICKY: Sério mesmo? Nem uma risadinha?

JANJÃO: Ricky deixa de bobeira e me fala como eu saio daqui.

RICKY: Ah, é verdade já estava esquecendo, você terá que me vencer um jogo mental.

JANJÃO: Explique.

RICKY: Fácil, é só você achar algo que eu não possa decifrar.

JANJÃO: Só isso? Então é hora do duelo… Putz, não acredito que usei uma fala de efeito dessas!

NARRADOR: Nesse momento uma figura inesperada entra na sala.

???: Parem agora com isso!

JANJÃO: KULA? O que você está fazendo aqui?

RICKY: Ah não, ela de novo não!

JANJÃO: Perai… Se no mundo normal a Kula quer matar o Ricky, aqui ela…

KULA: Ricky, meu amor, casa comigo!

JANJÃO: Acho que a minha cabeça vai explodir… Eu não posso acreditar que estas palavras sairam juntas da boca da Kula!

KULA: Deixe-me ficar para sempre ao seu lado! Eu sempre vou te amar!

RICKY: Kula, você não desiste? Eu já disse que existe apenas uma pessoa com quem eu casaria… EU!

JANJÃO: Cara, isso é muito clichê de vilão.

RICKY: Guardas Ornitorrincos, levem ela daqui!

KULA: Não, não! Deixe-me ficar ao seu lado pra sempre!

NARRADOR: Então os guardas ornitorrincos levaram a Kula da sala.

RICKY: Todo dia ela volta, mas vamos voltar ao que interessa.

JANJÃO: É melhor mesmo, quero voltar e dar uma porrada no seu eu do nosso mundo.

NARRADOR: Então Janjão tira, literalmente, sua carta da manga. Ao abrir envelope uma voz firme e imponente fala:

-DO A BARREL ROLL!!!

JANJÃO: Você só pode estar de sacanagem com a minha cara! A Drih está me devendo R$ 3,40.

RICKY: E agora, o que você pretende fazer agora, seu INADINPLENTE.

JANJÃO: Sério, não me diga que você pretendia dizer: INSOLENTE.

RICKY: Ah, é tudo a mesma coisa.

JANJÃO: Sério, você consegue irritar o meu lado revisor nos dois mundos.

RICKY: Não mude de assunto! Desista logo para eu te jogar na masmorra.

NARRADOR: Neste momento Janjão tem um epifania e descobre como superar Ricky e seu cérebro genial com problemas gramaticais.

JANJÃO: ESTA SENTENÇÃ É FALSA.

RICKY: Ãhn?

JANJÃO: ESTA SENTENÇÃ É FALSA.

RICKY: Você acha que esse tipo de frase vai te aju…PERAI…Se essa a sentença é falsa então ela é verdadeira, mas se ela for verdadeira ela é falsa. NNNNNNÃÃÃÃÃÃÃÃÃOOOOO!!!!!!

NARRADOR: De repente Ricky começa a se contorcer e sua cabeça gigante começa a “desinflar”, restando apenas uma cabeça de tamanho normal, mas ainda sim com sérios problemas gramaticais.

RICKY: Droga, não acredito que fui derrotado por uma referência de um jogo, logo eu, o grande e podero…

JANJÃO: Olha, sem querer apressar, mas será que poderia me mandar de volta, eu ainda tenho que revisar um texto do seu outro eu.

RICKY: Bem, é só você entrar nesse portal que fica escondido atrás do pôster do Rick Mar…digo da Megan Fox.

JANJÃO: Como você conseguiu esse portal interdimensional?

RICKY: Bem,  eu a construí apenas com o meu cérebro, uma caixa de fósforo e um chiclete mascado.

JANJÃO: Você conseguiu em um leilão no Ebay né?

RICKY: Foi. TT-TT

JANJÃO: Sabia.

NARRADOR: Então Janjão entra no portal e reaparece na sala do Departamento Editorial.

THE BOSS: ESPERO QUE TENHA APRENDIDO A LIÇÃO: SEJE NESSE MUNDO OU SEJE NO OUTRO, VOCÊ SEMPRE ENCONTRARÁ PESSOAS QUE COMENTEM ERROS, E NEM SEMPRE É BOM CORRIGI-LAS.

JANJÃO: Ai meu Arceus do céu, THE BOSS, não existe SEJE nem aqui nem no mundo reverso! Você quer que eu te compre um dicionário?

THE BOSS: GUARDAS! LEVEM ESSE CARA PARA “AQUELA” SALA ATÉ ELE DEIXAR DE SER “PERFECCIOSISTA”.

JANJÃO: *gritando enquanto é arrastado pelas guardas-capivaras* É PERFECCIONISTAAAAAA!!!

Comentários:

– Estes personagens são fictícios e qualquer semelhança com a realidade não é mera coincidência! Qualquer um que se sentir ofendido por algo escrito aqui deve dirigir toda sua ira para o Gust, o qual atenderá pacientemente todo tipo de violência.

-Kula, por favor não me mate. TT-TT Foi tudo em nome de um bom texto.

-Foi muito legal escrever esse texto, tive liberdade pra escrever todas as besteiras que me viessem nas cabeça.

-Comentem se vocês gostaram e se acharam engraçado! Se ficou ruim, também avisem pra que eu não escreva outro. XD

-E desculpem pelo tamanho, mas não tinha como esse texto ser menor. XD

 

Comente

Sobre Anime Freak Show

Durante esses mais de 3 anos, muitas pessoas passaram pelo site, algumas não estão mais, mas suas postagens continuam aqui!

17 Freaks estão discutindo o assunto. Participe Tambem.

  1. Alchemist

    RICKY: Sério? Eu não lembro disso…ESTAGIÁRIO, dê 300 chibatadas no “NOWIND”! Bom, agora foi engraçado não foi?

    JANJÃO: Eu preciso responder?

    RICKY: Sério mesmo? Nem uma risadinha?

    sashausahusahusahsauhsauh Só os fortes entenderam! Muito bom Cabeça!

Grita Aqui!

Or

O seu Email não será publicado.Campos Obrigatorios estão marcados. *

*