Especial: Entrevista com Hiro Mashima, o criador de Fairy Tail

Olá galera! Sou o Gust, e sou um dos novos editores de noticias. Em breve estarei todas as semanas postando notícias aqui no AFS. Para que vocês me conheçam melhor, hoje trago uma matéria especial para o site, que se trata de uma entrevista com o autor de Fairy Tail, Hiro Mashima. Espero que gostem!”

Qualquer erro de tradução ou porque simplesmente falei “algo errado” (aushaushausha) pode criticar sem medo algum, isso me ajudaria muito.

Enjoy!

O site norte-americano de noticias ANN (Anime News Network) teve a oportunidade de entrevistar pela segunda vez Hiro Mashima, a mente por traz de mangas/animes como Rave Master, Monster Hunter Orage e o mais novo sucesso entre os otakus, Fairy Tail. Vale ressaltar que Fairy Tail tem um filme previsto para Agosto de 2012.

 

Mashima é conhecido pelo seu primeiro manga Rave Master (1998-2005), que ganhou uma adaptação para anime em outubro de 2001, inclusive transmitido no Brasil pelo canal de televisão Cartoon Network. Porém, o tema principal dessa entrevista foi o Fairy Tail, que vem fazendo muito sucesso no Japão, se tornando concorrente de mangas como Naruto e One Piece.

Nesta entrevista:

• Comentários sobre o Anime de Fairy Tail!

• Os temas retratados em Fairy Tail.

• De onde vêm às ideias para as inusitadas aventuras de seus mangas.

• Um pouco da infância do autor.

Entrevista:

 

ANN: Em nossa ultima entrevista (2008), Fairy Tail tinha acabado de ganhar um Anime, o que você acha da adaptação?

Mashima: Eu tenho aproveitado muito todo esse tempo. Gostaria de ter comentado sobre o anime com vocês (ANN) em nossa entrevista passada, mas infelizmente não podia.

Qual sua parte favorita na adaptação do manga para o anime?

Apenas observando Natsu e Happy dando uma volta (risos), pois a um limite no que eu possa desenhar em um manga, como por exemplo os efeitos das magias, vendo isso no anime tudo fica mais legal e muito mais bonito (risos). Isso me faz ver o quão meus personagens são engraçados quando os vejo “dando uma volta”.

Você assistia animes ou lia mangas na sua infância? Se sim, quais eram seus favoritos?

Dragon Ball, e várias obras feitas por Hayao Miyazaki.

Na sua infância você já cogitava a ideia de se tornar um mangaka?

Eu comecei copiando os trabalhos de outros mangakas, quando terminei, sabia que me tornaria profissional. Pensei que eu seria muito ruim, não imaginava que me tornaria “um deles”.

Lealdade à família e aos amigos é um tema frequente em Fairy Tail. Este é um tema pelo qual se interessa?

Absolutamente. Meus amigos me ajudaram muito no passado, e isso é uma coisa que quero mostrar em meus trabalhos. Isso existe desde o começo e existira até o final de Fairy Tail. Mas ultimamente tenho estado muito ocupado, minha lista de contatos (amigos) no celular está um pouco “deixada de lado” (risos).

Monster Hunter Orage é baseado na franquia de jogos Monster Hunter. E no momento, é um manga no qual podemos ler mesmo sem saber muito bem sobre o jogo. Há diferença em criar um manga com um mundo que não seja de sua autoria, ou, por exemplo, Fairy Tail um mundo totalmente seu?

É claro. A primeira coisa que aprendi, foi que não se pode “destruir” o mundo criado pelos autores originais, então tenho que respeitar esse fato. Mas é claro que existem varias semelhanças, a visão de mundo em Monster Hunter era muito parecida com a minha por isso não foi muito difícil.

Em Fairy Tail, muitas vezes o “vilão” se redime de uma forma ou de outra. Você acredita que se dermos uma segunda chance as pessoas elas podem se redimir?

Com certeza. No entanto, eu valorizo a vida ao máximo, isso é algo a ter em mente. As vezes eu desenho onde o personagem morre, mas acontece que eu nem precisava, o que eu não desenho são os personagens “voltando a vida” isso não é algo que gosto de descrever.

Fairy Tail é uma manga extremamente “imaginário”. Com muitas surpresas, e também uma boa dose de comedia. Como você teve estas ideias, para os personagens e a história, e o que você faz quando as ideias “fogem da cabeça”?

Quando eu penso em algo, eu ainda não estou ciente disso, eu simplesmente “deixo acontecer”. Porém eu sempre estou pensando em novas ideias, quando vou do quarto até o estúdio, sempre estão na minha cabeça. Mas não consigo simplesmente “criar algo do nada”, só quando estou relaxado, no momento em que meus pensamentos e emoções fluem.

Que mensagem você mandaria para seus fãs norte-americanos?

Temos 15 volumes de Fairy Tail publicados em inglês, espero que vocês leiam. Mas ainda há muita coisa por vir, mais personagens e histórias que você nem imagina. Não tenho apenas leitores no Japão, mas sim no mundo inteiro, e eu espero que todos vocês continuem acompanhando meu trabalho.

Podem comentar se quiser ;]. FUI!!!

Fonte: Anime News Network – Interview: Hiro Mashima

Comente

Sobre Gust

22 Freaks estão discutindo o assunto. Participe Tambem.

  1. tbm e.e

Grita Aqui!

Or

O seu Email não será publicado.Campos Obrigatorios estão marcados. *

*