Ultimas Noticias

Game Review – One Piece: Gigant Battle

Bem, começarei me apresentando. Aos que não me conhecem, sou Pandaman e moro em uma pacata cidade (que digo ser do sertão), chamada Formiga/MG, onde sou chefe da máfia e mestre Woo-Foo.

Agora que já me apresentei, vamos ao que importa: a matéria. Pensei um pouco antes de escrevê-la, me perguntando: “Qual assunto eu acho deveria ter meu review?”

Logo lembrei que,  no site, existe uma área destinada a games. E games são uma das minhas paixões. Pouco depois de ficar pensando sobre qual game seria o mais adequado para esta review, me lembrei de um ótimo jogo, relacionado a um anime. Na verdade, relacionado ao Mega-Hyper-Fodastico Anime, ONE PIECE.

One Piece

Jogo :   One Piece: Gigant Battle

Gênero:   Luta

Plataforma: Nintendo DS

Data de Lançamento:  09/09/2010

Desenvolvedora: Bandai

The Game (O Jogo)

O jogo, publicado e desenvolvido pela Bandai, e antes conhecido como “Project Jet”, foi lançado em 9 de Setembro de 2010 no oriente. Ele retrata muito bem a história do anime e se foca, principalmente, na fase da Grand Line. Os cenários são bem feitos e o jogo segue a história, até então, mostrada no anime. Além disso, conta com umas das melhores engines de jogos de luta para o DS.

Speaking more of the game. (Mostre-me o que você sabe sobre o jogo)

Bem, falando agora sobre a Qualidade gráfica do jogo, vemos que ela está realmente boa. Contando que este é um jogo para DS, os personagens 2D e os cenários 3D, que possuem um papel importante, pois dão uma maior profundidade no jogo.

One Piece

A Trilha Sonora; (realmente gostaria de ressaltar que, uma das coisas que mais me chamaram a atenção nesse jogo, foi a trilha sonora). Ela se encaixa perfeitamente no jogo, dando mais ainda o ar de piratas e marinheiros lutando entre si. E outra coisa a ser lembrada: a dublagem dos personagens ficou realmente excepcional, sendo idêntica a realizada no anime.

A Jogabilidade; lembra muito a que foi usada no jogo “Jump Ultimate Stars” (JUS), as combinações de botões e, principalmente, os modos de jogos. O que difere dessa vez é o uso da chamada “meia-lua”, ou o uso do diagonal no Direcional. O uso de personagens chamados “supporter” confirma ainda mais a tentativa de fazer esse jogo semelhante ao “JUS”.

Os Modos de Jogo; há vários, sendo o modo História o que chama mais a atenção, principalmente por você poder evoluir seus personagens e distribuir os pontos em atributos como desejar. Outro modo de jogo que é bem legal de se lembrar é o modo multiplayers. Como em todo jogo dessa plataforma, o modo multiplayer é o que vai fazer a diversão dos players. Ainda mais que, como já dito antes, no modo História “você vai distribuir os atributos no seu personagem da forma que você quiser“, uma das opções que serão oferecidas é a de usar esses personagens no modo multiplayer, fazendo você “upar” seus personagens. Assim, poderá jogar com igualdade contra seus amigos, conseguindo diferenciar até personagens iguais.

Os Personagens; outro ponto positivo desse jogo são os personagens. Provavelmente, ele conta com a maioria dos personagens mostrados no anime. A lista é bem extensa, sendo 20 personagens jogáveis e, aproximadamente, 50 personagens para uso de “support”.

This is good for you? (e aew cara, gostou disto?)

Eu gostei muito desse jogo, por cinco principais motivos: 1º é One Piece. 2º Tem o Pandaman no jogo. 3º os modos de jogo são incrivelmente bons, apesar de eu não ter “Zerado”, já vi muitas coisas e é tudo muito parecido com o anime, o que acaba deixando ainda mais curiosidade na hora de jogar. Você fica se perguntando “Será que tem o personagem X?” e você acaba vendo que ele está lá. 4º é One Piece. E 5º se você tem amigos, jogue com eles, ai você entenderá a importância do 5º motivo.

One Piece

What you have to say about the game? (mentira, o jogo não é só coisa boa)

Na verdade há poucos (mas bem poucos) jogos em que eu não ache alguma coisa pra criticar (e eu adoro criticar). O que eu posso dizer é que a Bandai tentou repetir o grandetrabalho feito em “JUS”, e ai me decepcionei ao perceber que só havia um botão de bater. Mesmo havendo grande seqüência de golpes, que mesmo o “JUS” não tinha. Um botão a mais, ou a menos nesse caso, faz muita diferença em jogos de luta, pode mudar literalmente o modo de estratégia de alguém.

.

One Piece

One Piece

Now thousand lines about the game. (É… como eu poderia dizer… FIM.)

Bem, agora algumas explicações básicas sobre quem escreveu esse lixo review:

1 – Na maioria das vezes eu uso como referência o jogo “JUS”. Não reparem, é mera puxação de saco.

2 – Bem, agora gostaria de explicar aos leitores, que eu nunca escrevi para nenhum lugar que considere importante, nem redação para alguma prova, ou para o ENEM. Sendo assim, nunca fiz nada muito sério, então não me “correje”! Mas críticas são sempre bem vindas.

3 – Caraca, ficou maior do que eu esperava!

4 – Espero que Gostem!

Quem conseguiu ler até o final, meus parabéns, você acaba de ganhar 1 pedaço de palavra “thi…”. Quando você juntar 2 pedaços de palavras você formará uma palavra. Quando você tiver formado 5 palavras, você terá uma frase. Com 6 frases, você formara um texto no qual, se você trazer até minha casa, ganhará um hyper-premio surpresa.

One Piece é Foda

Comente

Sobre Pandaman

6 Freaks estão discutindo o assunto. Participe Tambem.

  1. FAz o do GB2! Eh muito parecido com esse, mas bem melhor.

    Belo trabalho, alias, parabens

Grita Aqui!

Or

O seu Email não será publicado.Campos Obrigatorios estão marcados. *

*