Ultimas Noticias

O Brasil dos animes e mangás

Yo Minna, Seiji presente! Pois é, faz tempo que eu não escrevo uma coluna random, por isso pra matar a saudade vou escrever uma, resgatada dos meus arquivos pessoais. A coluna de hoje apresentará algumas referências ao Brasil encontradas em algumas produções de animes/mangá assim como alguns comentários desse colunista. Mas antes de apresentar as referências, eu venho com uma pequena discussão. Quando se fala em animes e mangás, os acontecimentos nesses tipos de histórias geralmente acontecem no Japão. Isso é  o mais lógico a se fazer, afinal os textos são de produção japonesa. Contudo, a grande maioria dessas produções, quando fazem uma referência a uma nação estrangeira como o Brasil, muitas delas apresentam falhas nas informações prestadas.

A maioria das gafes podem parecer erros óbvios para nós brasileiros. Os extremistas podem considerar tais deslizes como verdadeiros absurdos. Entretanto, vale lembrar que muitos desses erros são baseados em imagens estereotipadas que os japoneses têm sobre o nosso País.  Tudo isso causa uma visão superficial do Brasil, e os animes/ mangás que tentam fazer algum tipo de referência ao País ficam passíveis de erros.  Dessa forma, nas referências do Brasil que serão apresentadas a seguir, algumas delas possuem falhas em suas descrições reais, grande culpa da imagem vendida do Brasil para o exterior.

Bom, agora chega de enrolação e vamos apresentar algumas referências.

Supercampeões – Oliver no São Paulo

Maior referência lembrada pelo público quando o anime passou na TV Manchete. Na ocasião, Oliver Tsubasa veio ao Brasil para jogar em um clube brasileiro e foi jogar no São Paulo. E durante sua temporada no Brasil, Oliver enfrentou seu maior rival até então, Carlos Santana, jogador do Flamengo e que segundo produtores do anime/mangá, o maior clássico do futebol brasileiro é Flamengo e São Paulo.

Giant Killing – 3 jogadores brasileiros

Anime também de futebol, mas dessa vez durante o anime, a série apresentou 3 jogadores brasileiros. Para caracterizar que eram brasileiros, a dublagem original desses jogadores foi feita em português, com legenda em japonês para o público do Japão. Contudo, ouvindo essa dublagem, estranha-se um pouco porque falta ritmo e empolgação no português falado por esses jogadores. Parece até que pegaram qualquer brasileiro que vive no Japão e colocaram eles pra dublar esses jogadores. “Toca a bola, Zé Roberto”.

Aldebaran de Touro – Cavaleiro brasileiro

Único cavaleiro brasileiro de Cavaleiros do Zodíaco. Como é brasileiro acaba tendo um carinho mais especial pelo otakus brazucas fãs do anime, apesar de não ser um dos mais fortes. Na verdade, às vezes é mais lembrado por que ele é brasileiro do que da importância dele na série. Trollagem do Kurumada, fez o personagem que vive de braços cruzados e possui o Grande Chifre.

Hellsing Ultimate OVA 3 – Copacabana Palace

Allucard vai para o Rio de Janeiro exterminar alguns contatos da Millenium que vivem na cidade. Interessante é o Allucard dormir no Copacabana Palace e sendo cercado pela polícia brasileira.

Cowboy bebop – Os 3 velhotes

Esses Três velhos presentes no anime de cowboy Bebop, e que se encontram constantemente com Spyke e a tripulação do Bebop, contudo nunca se lembram deles, se chamam Antonio, Carlos e Jobim. Uma clara referência ao nome completo do cantor e compositor Tom Jobim.

Excel Saga – Pedro, o imigrante

A série, apesar de ter um humor nonsense, tem como um dos personagens um imigrante de um país sul-americano chamado Pedro, que vai para o Japão trabalhar na construção civil para conseguir dinheiro e mandar para sua família que ainda está no seu país de origem. Nota, o personagem tem o cabelo crespo, tem a pele morena, e seu filho curte muito futebol. Uma visão nada estereotipada né, inclusive desse colunista. XD

Higashi no Eden – Seleção/ Juiz

O anime não cita o Brasil, mas usam constantemente as palavras Seleção e Juiz. Tudo isso faz alusão direta ao futebol brasileiro. Assim, deixo a seguinte questão: Seria o criador da série, um fanático pelo futebol verde-amarelo?

Michiko to Hatchin – Brasil?

A história acontece num país fictício chamado Diamandra, que não tem apenas a cultura e as paisagens bastantes semelhantes as doBrasil, como também a divisão geográfica e a unidade monetária (o arca). Isso sem contar que a opening tem o título original de Paraíso, e a ending do último episódio se chama “Nada pode me parar agora”, essa última composta por um brasileiro.

Bartender – a Caipirinha

Essa referência é de um mangá que eu acompanho chamado Bartender, onde basicamente em cada história é apresentado um tipo de drink diferente, com muita lição de moral feita pelo protagonista. É uma série que eu gosto bastante. No capítulo 25, o bartender prepara uma caipirinha, usando para isso a 51. Curioso que nesse capítulo, o protagonista fala que o presidente do Brasil criou uma lei para a caipirinha estabelecendo a quantidade exata dos ingredientes para se fazer o drink. Termina ressaltando que a Lei talvez seja o resultado da paixão dos brasileiros pela bebida. Coitado dos japoneses, acho que não conhecem os políticos do Brasil e suas capacidades de criarem leis “importantes”.

Fontes:

http://myanimelist.net/forum/?topicid=11072

http://www.subeteanimes.com/2008/07/curiosidades-referncias-ao-brasil-em.html

OBS: O tema de hoje não é tão incomum assim, existindo boas discussões em sites e fóruns. Por isso, boa parte do que foi apresentado nao é uma novidade para muitos leitores, mas mesmo assim, vale a pena discutir esse tema aqui no AFS.

Comentários:

  • Gostaram da coluna, comentem!
  • Conhecem mais algumas referências, comentem!
  • Querem dar mais alguma opinião, comentem!
  • Prometo que vou tentar escrever mais alguma coisa sem afetar meu cronograma de escrever pautas nesse período de maratonas do AFS
  • Que vontade de xingar os jogadores do Brasil que não sabem bater penalty, mas deixa pra lá… Já xinguei muito ontem
Comente

Sobre Anime Freak Show

Durante esses mais de 3 anos, muitas pessoas passaram pelo site, algumas não estão mais, mas suas postagens continuam aqui!

15 Freaks estão discutindo o assunto. Participe Tambem.

  1. “Ah! Megami-sama”
    Segunda temporada, episódio 4
    8:17
    Aparece uma garrafa de 51 na mesa.

Grita Aqui!

Or

O seu Email não será publicado.Campos Obrigatorios estão marcados. *

*