Ultimas Noticias
Preparando onigiri em "Shin Sekai Yori"

Onigiri, o famoso bolinho de arroz japonês

Muito comum no Japão, o onigiri é incluído na maioria das marmitas japonesas (obentô). Se estiver em terras nipônicas ou quiser uma variedade maior de imagens no Google (ehe), pode encontrá-lo também com o nome de “omusubi” (お結び).

De tão prático, é o equivalente à coxinha ou ao “sanduíche natural” brasileiro quando se trata de item para lanche rápido em lojas de conveniência japonesas. Um exemplo ocorre na série de mangá e animê “Aishiteruze Baby”, quando o protagonista ainda está perdido na hora de preparar a marmita de sua pequena sobrinha e apela para o bolinho de arroz vendido a unidade em uma lojinha. E volta e meia aparece no pote de marmita ou na mão de algum personagem tanto em cenas de intervalo do almoço da escola quanto em piqueniques ou passeios pela praça.

onigiri

Onigiris enfileirados em uma prateleira de loja de conveniência. Do animê “Sengoku Collection”
Fonte: http://animu-food.tumblr.com

onigiri

Geralmente, é encontrado em formato triangular (como na imagem ao lado), esférica (como nas imagens retiradas de “Shin Sekai Yori) ou retangular, como os que vêm nas bandejas de marmita vendidas em lojas e mercados do bairro da Liberdade, em São Paulo (vou ficar devendo foto). Como a ideia é comê-lo usando as mãos, sem utilizar talheres, o onigiri costuma vir em tamanhos que variam entre pequeno e médio, permitindo ser segurado com apenas uma das mãos.

Preparo, recheios e coberturas mais comuns para onigiri

Como ícone, o onigiri é representado como um triângulo branco com um quadrado ou fita preta cobrindo parte dele. Assim como esse formato mais famoso, a receita mais conhecida é a de arroz cozido, preparado com uma solução de água e sal (se quiser, pode misturar um pouco de vinagre e açúcar) para molhar as mãos e facilitar o manuseio do arroz quente na hora de separar e moldar.

A solução de água salgada ajuda a manter as mãos úmidas e evitar que o arroz resseque e endureça (tirar arroz seco grudado nas mãos é uma tarefa bem chata), mas a função principal é dificultar a proliferação de bactérias. Utilizar o sal em volta do arroz ou recheios salgados e ácidos tem efeito antibacteriano e contribui para a conservação do alimento.

onigiri

Onigiri em “Shin Sekai Yori”

Para finalizar, a fita preta é uma folha de nori, que nada mais é do que algas marinhas processadas e prensadas até se tornarem lâminas finas, e embrulhar o onigiri com um filme plástico, para manter a umidade do arroz. O modo de preparo pode variar; para mais detalhes e dicas, há receitas como a do site Tudo Gostoso e do Brasil Bentô.

Ouvi boatos de pessoas que conseguiam preparar onigiri com arroz brasileiro, o agulhinha, mas o recomendável é utilizar o arroz japonês, que tem uma textura mais fofa e se aglomera com facilidade, sem precisar chegar ao “empapado” do arroz que é cozido além do ponto. A propriedade “fofa e grudenta” do arroz japonês é o que possibilita que os grãos fiquem juntos e o onigiri não se desfaça em pedaços.

onigiri

Pacote de arroz cru em “Kaichou wa Maid-sama!”

Mas é lógico que, com um ingrediente tão versátil quanto o arroz, não se limitaria a apenas uma receita. Podem se acrescentados recheios como o umeboshi (uma conserva vermelha redonda de ameixa salgada e azeda), peixe (frito ou cozido), tsukemono (conserva de legumes salgados), entre outros. As coberturas também vão além das folhas de algas: há gergelim (torrado ou não), flocos de peixe desidratado, furikake (seus ingredientes variam, mas geralmente é uma mistura de algas secas picotadas, peixe seco em flocos, ovo desidratado, pedaços de salmão seco, chá verde granulado, wasabi, também conhecido como raiz-forte, etc.)…

 

onigiri

Onigiris com recheios variados
Fonte: http://www.okomeno-funakubo.com

Onigiris também ganham destaque em alguns mangás e animês como “One Piece”. Na primeira aparição de Zoro (um dos protagonistas dessa série), uma garotinha oferece a ele onigiris doces (muito ruins) em uma situação na qual ele está preso e largado para morrer de fome.  E um dos golpes dele se chama “Onigiri” (em japonês, é escrito com ideogramas que significam “corte demoníaco”), que é um trocadilho com o nome desse bolinho de arroz…

Com tantas aparições por aí, ainda vou voltar a falar sobre onigiris. Principalmente se eu encontrar screenshots de formatos mais engraçadinhos ou em outras situações para ilustrar. Obrigada a quem leu até aqui, e espero que volte sempre. 😉

P.S.: Obviamente, sempre tem alguém pra inventar (se é uma aberração ou uma bênção, a escolha é sua) coisas como… Onigiri com bacon… (veja imagem abaixo)

onigiri

Onigiri com bacon
(Imagem enviada pelo Fabio Tanaka)

onigiriFonte: Deviantart de Queen of Dorks

 Onigiri

Comente

Sobre Gabi

Fã de mangás e animês, não consegue deixar de reparar nas comidas que aparecem e fica passando fome. Divide seu tempo também com livros e games, e, pra conseguir fazer tudo isso, aprendeu com o Naruto o bunshin no jutsu, a técnica dos clones...

14 Freaks estão discutindo o assunto. Participe Tambem.

  1. qpwpre rolo pq eprk epwlwpekw.
    qwprwpeocel4prpelorp
    wpewpepfc eo epreporpr wp.

    • Wellen Aleksandra

      poNFIOU0ffamipofmasdfasdf

Grita Aqui!

Or

O seu Email não será publicado.Campos Obrigatorios estão marcados. *

*