Animes da temporada de inverno… Só de inverno.

Olá pessoal! Todos terminaram de ver os animes da temporada? Atualizaram o Myanimelist? Pois bem, mas ainda assim devem estar pensando: O que é esse título? Eu resolvi que eu não gostei tanto assim dessa temporada, mas não farei o mesmo que o Sk, mas vou comentar assim mesmo. Mas só vou comentar o que eu vi e não foi muita coisa…

Todos andaram dizendo que a temporada foi ruim, fraca demais, só anime pra fetiche japonês. Sim, até concordo em certo ponto. Por isso vou ignorar uma coisa que eu escrevi na postagem de final de temporada lá em setembro e afirmar que os animes de segunda temporada, também fazem parte da competição.

Sim, eles ainda tem um público garantido e sabem que vão vencer, mas mesmo assim eles passam junto com os outros que estão tentando conquistar o publico e as vezes acabam perdendo…

temporada

Vou começar por AKB0048 Next Stage.

A segunda temporada não deixou os fãs da primeira super satisfeitos, sabe… Alguns acharam que foi fraca e que a primeira temporada foi muito melhor em acontecimentos e outras coisas. Eu até concordo com isso, mas até certo ponto. Na primeira temporada tiveram muito mais cenas emocionantes, que realmente te fazem chorar, mas a segunda não foi pior que a primeira por isso. Nessa temporada também tiveram cenas tão emocionantes quanto na outra, mas foram menos.

Para quem não viu a primeira temporada, eu recomendo que assista se você gosta do gênero Idol. Porque é um anime legal. Ao contrário do que muitos pensam, não é simplesmente sobre o grupo AKB48 do Japão. Eles tem certas diferenças. Existem muitas informações no anime, que na realidade são do grupo original incluindo as músicas, pelo menos 90% delas, os outros 10% são músicas originais do anime. Mas a história do anime e as personagens são completamente fictícias.

Enfim, essa temporada não foi tão satisfatória quanto a primeira, mesmo que tenham acontecido muitas coisas impressionantes e inesperadas, a primeira foi melhor. E eu acho que foi pelo simples fato de ser uma coisa nova, que ninguém tinha visto ainda. A inovação foi o que fez as pessoas gostarem da primeira temporada, mas infelizmente não tinha inovação nessa, então ela ficou inferior à primeira, sem desmerecer a obra.

temporada

Agora é a vez de Boku wa Tomodachi ga Sukunai NEXT!

Também em sua segunda temporada e também inferior à primeira. Mas por quê? Porque a tolice de “eu quero amigos e estou num clube onde todos querem amigos também, mas não somos amigos” continuou… e sem brincadeira, depois de 12 episódios da primeira temporada, eu já estava enjoada disso. Acabei por começar a ver essa temporada apenas por obrigação, já que assisti a primeira, vou ver a segunda também, para não ficar em aberto.

Uma coisa que eu não gostei foi o romance. É um romance meio inquieto, que não funciona em todos os lugares. Em Kimi ni Todoke, por exemplo, esse tipo de romance que não se sabe se dá certo errado, que não vai pra frente, bem confuso, funciona porque o clima do anime é bem leve e o ponto principal é o romance. Mas Tomodachi não começou como anime de romance e quer se tornar um agora. Não sei explicar como ficaria melhor, e pode ser que eu esteja errada, mas isso me deixou meio incomodada.

Eu só recomendo assistirem esse anime se vocês gostarem mesmo do gênero, porque se forem pessoas como eu, podem acabar se irritando com o anime. Mas se você for uma pessoa mais tranquila, que assista a qualquer coisa e não se importa com histórias um tanto quanto mal construídas, assista só por entretenimento mesmo.

Só mais uma coisa fãs desse anime, não me odeiem por não gostar do anime por dizer que a história é mal construída. Eu não sou a Rainha do Mundo, não decido tudo. As coisas que eu escrevo aqui são baseadas em “achismo”, já que eu apenas tento convencer as pessoas a assistirem um anime ou não pelas minhas experiências em relação a ele.

temporada

E em terceiro, Minami-kê Tadaima.

Quarta temporada das meninas da família Minami. O único dessa parte que não é segunda temporada. Infelizmente, eu não consegui assistir o anime inteiro antes de escrever esse texto, porque no fansub que eu acompanho, parece que o projeto está parado e eu não quero assistir de outro sub com uma legenda de qualidade inferior. Mas Minami-kê, depois de três temporadas, ficou previsível. E acho que eu só gosto por isso, já que eu sempre sei mais ou menos o que vai acontecer e não me decepciono e nem me arrependo, mas também não perde a graça, já que mesmo que os acontecimentos sejam sempre parecidos, nunca são iguais ou entediantes.

Então, sem assistir o final, eu recomendo a vocês que assistam Minami-kê. É inacreditável, mas existem pessoas que nunca viram nenhum episódio desse anime e nem sabem sobre o que é. Eu achei, que por ser uma série um tanto quanto antiga, as pessoas que assistem a temporada e pararam de buscar animes fechados para ver, já tivessem visto esse e outros grandes animes e de certo modo, referência. Erro meu. Por fim, se eu estiver errada quanto à Minami-kê, no texto da semana que vem, eu me retrato.

PS: E não vou falar da segunda temporada de Chihayafuru. Vou deixar pra escrever no final da próxima temporada junto com os que ainda vão começar.

temporada

E aproveitar essa postagem para comentar sobre o final de Fairy Tail também… De novo, porque eu não sei quando Kami-sama vai me dar outra oportunidade tão boa quanto essa. ;D Não é noticiário e nem nada, mas será o que os japoneses estão pensando?

Uma coisa é fato, o anime e o mangá estão no mesmo arco, antes do anime entrar no arco do torneio ele saiu de uma saga filler gigante. Todo mundo odeia filler, principalmente se for uma “saga” completa, mas o que vocês acham disso? O anime de Fairy Tail vai acabar no meio de uma das sagas mais interessantes do mangá, teve uma saga filler que não conseguiu suprir a falta de espaço entre mangá e anime, e vai ser reprisado no Japão. Deixem suas opiniões nos comentários.

temporada

Mahou Shoujo Épico? Só que não!

Algumas vezes, acontece dos fansubs brasileiros resolverem traduzir um mahou shoujo de temporada, mas não é sempre. Fora a série Precure que a Aenianos resolveu adotar, é realmente raro achar um mahou shoujo sendo traduzido na temporada.

Uma doença realmente perigosa acometeu os fansubs essa temporada, porque poucos resolveram traduzir Vividred Operation. Por quê? Só Deus sabe. Na minha opinião, mahou shoujo são animes voltados para o público infantil, pois os acontecimentos sempre são repetitivos, as meninas bonitinhas, suas roupas fofas, e está claro desde o início que os caras ruins têm que ser combatidos e no final terão uma salvação. Ponto.

Sendo assim, esse gênero de anime deve ter ecchi? Acho que não, né.

E por que Vividred Operation tem ecchi? Qual é o público desse anime? Porque as crianças que vêem Precure, Lyrical Nanoha, Cardcaptor Sakura, Shugo Chara e Guerreiras Mágicas, não vêem Vividred Operation. São diferentes demais; a inocência que Precure e Nanoha têm jamais será vista em Vividred Operation. Enfim, era o gênero certo de anime para mim, mas não funcionou porque não estava certo no final.

Mas quem gosta de animes assim é uma boa pedida. A história é bem pensada, os personagens são sempre a mesma coisa, não acontecem muitas reviravoltas e nas transformações das meninas aparecem sutiãs e calcinhas. O avô da personagem principal é um esquilo de pelúcia e o mundo é atacado por seres malignos extraterrestres. Fora o ecchi básico é quase um mahou shoujo clichê. Só cuidado, porque o final é inacreditável.

PS: As coisas normalmente são vistas por entre as pernas de alguém…

temporada

Ler mentes te torna um monstro… Apenas em Kotoura-san.

O que eu gostei muito nesse anime foi o clima, logo no primeiro episódio, como eu disse no cast da temporada quase me fez chorar e depois da metade eu fiquei surpresa com a vontade de rir que me deu. Kotoura-san é um anime em que se pode aproveitar os sentimentos dos personagens por conta da garota que lê mentes.

Mas o que me deixou impressionada mesmo, foi eles utilizarem a leitura de mentes num contexto tão diferente. Normalmente, alguém que lê mentes é considerado uma pessoa fabulosa e incrível, super poderosa e que pode salvar a humanidade (sim, exagerei), mas não nesse anime, a pessoa que tem esse poder é tratada com indiferença, desprezo, até medo… Um monstro.

Agora, eu recomendo porque é divertido de assistir. Ele te dá um drama, mas não explora esse drama. É como se não fosse importante, na verdade, parte do passado que não precisa ser relembrado já que sua vida mudou. Mas mesmo sem explorar o drama, a situação se resolve no final. Eu só não gostei do final, achei que foi muito “de repente”, opinião minha. As outras pessoas que comentaram comigo sobre o final, acharam muito bom, então vai ser por preferência. ;D

temporada

Anime de Mochi, vejam como o Japão sempre pode nos surpreender com nomes.

Assim como a maioria dos animes dessa temporada, Tamako Market foi um anime morno, cheio de moe e com uma história simples. Como várias pessoas disseram no começo de janeiro, anime para agradar os japoneses cheios de fetiches. Não acho que esse anime chega ao extremo, mas de certo modo, não é anime para todos os públicos. E foi pensando nisso que eu assisti a maioria dos animes dessa temporada.

Tamako acabou por me surpreender… O desenho é bonito, (Kyoto Animation, né.) daqueles que você pausa o episódio para reparar em alguma coisa ou volta porque algum detalhe te chamou a atenção; não é lindo, tipo, “Oh! Que desenho perfeito! Só pode ser um da Vinci!” Não, sem exageros… Mas é um desenho agradável. Outra coisa que me surpreendeu foram as músicas, abertura e encerramento, que são exatamente o tipo de música que se você aprende, canta o dia inteiro. Bom, pelo menos comigo foi assim. Inclusive nesse momento estou com o encerramento na cabeça.

Em contraste com isso, volto para a questão do moe… As dubladoras, mais das meninas que dos meninos, são muito moe. É aquela voz que você ouve e se você for uma pessoa que não despreza coisas fofas, se lembra de criancinhas fofinhas. *-*

Porque eu recomendo esse anime? Porque é um ótimo passatempo. Não vai te desagradar. Isso, claro, como eu disse antes, se você não for uma pessoa que despreza coisas fofas… Além disso, é um anime que você não precisa criar expectativas, já que ele não tem uma história profunda ou super-reviravoltas e nem nada do tipo. É só para passar o tempo mesmo.

Enfim, por último, a lista dos nomes. Os que tem alguma coisa a ver com mochi, dos personagens e o que eles significam. Só coloquei isso aqui, porque eu gostei dos nomes. ;DD

  • Kitashirakawa Tamako – “tama” significa bola, alguma coisa redonda; mochi é redondo.
  • Kitashirakawa Anko – “anko” é uma pasta doce de feijão vermelho que é usada como recheio de mochi.
  • Kitashirakawa Fuku – “fuku” é o final da palavra “daifuku” que é um tipo de mochi.
  • Kitashirakawa Mamedai – tem um mochi que é chamado “mame daifuku”, que é consumido no outono e “mame” também significa feijão.
  • Ooji Mochizou – bom… o nome dele é mochi…
  • Dera Mochimasui – tem mochi no sobrenome dele e “masui” significa ruim.
  • Choi Mochimasui – de novo, a mesma condição do Dera.
  • Mecha Mochimasui – esse aqui, além da mesma condição do Dera e da Choi, o nome dele “mecha” significa muito, ou demais; então o nome dele seria alguma coisa tipo “mochi é ruim demais”.

temporada

Aquele anime com o nome gigante que tem em todas as temporadas.

Em toda temporada tem um anime com o nome gigante que várias pessoas tem problemas para pronunciar. Para essa temporada foi Ore no Kanojo to Osananajimi ga Shuraba Sugiru. Na verdade, eu não gostei muito desse anime… Mas por alguma razão, eu não consigo ficar parada mais. Desde o dia em que eu descobri que os animes saiam semanalmente, por temporada e tal, eu comecei a pegar 70% dos animes de temporada para assistir. Essa temporada foi muito fraca e eu acabei por pegar poucos animes que me agradariam, então peguei esse… Que de qualquer maneira, não iria me decepcionar, por já saber como seria.

E foi como eu esperava. Comédia romântica bobíssima e com ecchi quase inexistente. Ainda bem, pois se o nível de ecchi fosse mais alto um pouco, eu ficaria de mau humor toda vez que assistisse um episódio. E só. O anime foi o que eu esperava, para quem quer saber se dá ou não pra assistir… Sim, dá pra ver sim, mas não esperem muito. A história é boba, mas não é ruim, quem quiser ver, eu acho que vale a pena sim.

Dois vídeos para vocês:

Abertura de Ore Shura + Jojo’s.

E como uma coisa leva a outra:

As pessoas amam Jojo, porque não se vê pelo YouTube paródias e nem nada de um anime que não tem um público bom, né…

temporada

3 minutos… É válido?

Toda temporada tem sua leva de animes de 3 minutos e poucos fansubs se dão o trabalho de legendar e só algumas vezes eu encontro eles legendados pra assistir. Mas admito que muitas vezes é por falta de interesse meu. Até porque o primeiro desses animes que eu vi foi Haiyoru Nyaruani, que é ruim demais, mesmo a série sendo muito boa (pra quem não sabe, esse anime de 3 minutos que saiu em 2009/2010, foi o antecessor de Haiyore! Nyaruko-san. São os mesmo personagens). Depois disso eu peguei um ódio mortal esses “mini-animes”.

Yama no Susume meio que quebrou esse preconceito.

O tema é interessante, simples e um tanto quanto desconhecido. Afinal, quem aí é entendido de montanhismo? Se pelo menos a metade dos leitores disserem que sim, eu admito que esteja errada e a desentendida sou eu. Sobre o anime sim, eu gostei de assistir e pra quem tiver tempo livre e querendo ver alguma coisa que não consuma pelo menos 20 horas do seu dia, assista Yama no Susume, porque você vai se divertir, se distrair, e talvez até aprender, como eu. xD

temporada

O que eu não entendi!

E também não fiz questão de tentar… Aquele anime dorgas que as pessoas estavam colocando a maior expectativa e que eu não gostei de jeito nenhum. Sasami-san@Gambaranai. Sem dúvidas, eu aguentei tanto quanto Nazo no Kanojo X: cinco minutos.

Pior que nem posso dizer: “Depois eu assisto tudo de uma vez, que enjoa menos, ou mais… juro que não sei… Mas o importante é que eu me livro mais rápido.” E não posso dizer isso porque eu não consegui ver K depois, nem Nazo no Kanojo X, Gintama, Reborn e nem Eyeshield 21. Esses três últimos eu ainda vou ver, mas é realidade que eu comecei a assistir e desanimei.

Enfim, se é louco demais, inaceitável demais, nojento demais, seja lá qual for o “demais” do anime, se eu largar é muito improvável que eu volte a assistir e Sasami-san ficou assim. Minhas desculpas a quem assistiu e gostou, mas eu não consegui engolir.

temporada

A música mais marcante dessa temporada.

Dessa vez eu não vou fazer “uma melhor abertura” e “um melhor encerramento”. Só colocar a música mais marcante de toda a temporada, que teve um impacto maior, né? E o ponto aqui é que cada pessoa vai ter um ponto de vista diferente, mas eu vou explicar para vocês porque eu acho que essa é a música mais marcante. Quem assistiu AKB0048 pode até concordar comigo.

O nome da música é RIVER, do grupo AKB48.

Essa música me marcou muito porque ela toca em um momento de muita esperança e expectativa. Numa cena “final”, em que as meninas tem que conquistar o “país” delas, já que a organização anti-entretenimento tomou conta do planeta e de seus habitantes. E aí, quando elas finalmente voltam, se sentindo mais fortes do que nunca, elas vão fazer o que elas sempre fazem para animar as pessoas e lutar. Cantar. E elas cantam exatamente essa música. Mas os habitantes de Akibastar acham que elas os abandonaram e eles estão tão revoltados que jogam garrafas pegando fogo nelas.

Essa é uma música que fala sobre superação, seguir em frente mesmo que seja muito difícil, porque sempre há uma maneira de conseguir o que você quer. Inclusive tem uma frase que diz: “Siga o caminho que você escolheu”. E isso é muito significante para “as aprendizes” no anime, já que para a maioria delas, foi muito difícil perseguir o sonho de entrar no grupo. Então ta tocando essa música de fundo e as meninas com medo do público, se acovardando. Foi uma música muito marcante para mim e a cena veio em bônus, já que são as músicas que configuram todos os momentos marcantes desse anime.

temporada

E acabou pessoal! Como sempre, essa postagem ficou imensa e isso porque eu decidi dividi-la em duas. Muito obrigada a todos por lerem, vocês são incríveis. Eu amo vocês! Todos. A segunda parte eu devo postar assim que assistir o final de Little Busters, o que deve ser logo. Mas a segunda parte vai ser sobre os animes de vinte e tantos episódios que terminaram por agora, então é só isso sobre os animes de inverno mesmo. Obrigado mais uma vez e não deixem de comentar. ;D

Comente

Sobre Renata Alexandra

Renata Alexandra
Eu sou uma garota viciada em revisão de português, então por isso eu fiz o teste para o cargo aqui no AFS, e depois para vários outros sites... Atualmente sou podcaster, fazedora oficial de postagens de cast, faço pautas e captura de áudio nas horas vagas e a parte mais importante da trilogia (de quatro pessoas) da Brigada RMR.

13 Freaks estão discutindo o assunto. Participe Tambem.

  1. Danilo Ishikawa que pena, acabei de assistir o ultimo ep, deu uma vontade de '' quero mais '' :/

Grita Aqui!

Or

O seu Email não será publicado.Campos Obrigatorios estão marcados. *

*