Otaku’s Paradise Journey – Capítulo III – Sacanagem!! O Inferno dos Reprovados

“O que existe do outro lado da vida para nós, otakus? Será que existe um lugar para nós lá em cima? Como será Deus? Morgan Freeman? Infelizmente não sabemos, até agora.”

Otaku’s Paradise Journey

Capitulo II: Sacanagem!! O Inferno dos Reprovados

Narrador: No episódio anterior, nosso herói Otaku faz o teste para ele poder entrar no J-Paradise, no Grande Castelo de Enma-sama, houve dificuldades, houve risadas, mas houve uma surpresa, junto com os outros reprovados, ele caiu junto para o “inferno”. O que será que aconteceu? Por que será que ele caiu? Agora começa as aventuras de um otaku no paraiso.

Diretor: Paramos aonde mesmo? Ah lembrei.

Narrador: Nosso herói, otaku, se encontra estatelado no chão, emputecido com a situação.

Otaku: Mas por que estou aqui?? VOCÊS ESTÃO ME ESCUTANDO!!! Droga isso está tão escuro.

Narrador: Uma voz sai da escuridão, dizendo:

???: Por favor, todos, façam uma fila na frente da mesa.

Todos: Quem disse isso ? Da onde vem essa voz?

Narrador: A pessoa pega um tipo de telefone e fala com alguem, dizendo:

???: Alguém poderia acender as luzes daqui de baixo.

Diretor: E SE FEZ A LUZZ.

#FLASH

otaku

Otaku: Que luz forte.

Narrador: Fechando os olhos, por causa da “luz forte”, o otaku abre os olhos lentamente e ve os outros otakus que cairam naquela etapa e ve uma senhora surgindo do nada.

otaku

 

???: Então com a luz acesa, vamos logo com isso. São mais de 4000 reprovados nessa etapa e precisamos nos apressar, pois daqui algum a próxima leva estará chegando.

Otaku: Mas você não é a Vovó…?

otaku

Vovó Uranai: Vovó é a sua mãe, não sou casada, me chame de Senhorita Uranai.

Todos: ~~ Tudo bem, Senhorita Uranai.

Senhorita Uranai: Muito bem, vamos ao que interessa, para voces que reprovaram na prova, de todas as salas, vocês só tem uma possibilidade: trabalhar como funcionário públicos.  Renascendo com Onis Ajudantes.

Todos: Trabalhar?? Existe isso no paraíso??

# Random Revoltado: Senhorita Uranai, eu me recuso a trabalhar, isso não é justo, passamos a vida inteira vivendo arduamente para trabalhar na segunda vida??

Senhorita Uranai: Para alguém que reprovou no exame, não tem o direito de reclamar algum outro destino que esse.

# Random Revoltado: Velha maldita.

#Random curioso: Mas por curiosidade, quanto tempo trabalharemos?

Senhorita Uranai: Por toda a eternidade.

Todos: O QUÊ???

<Murmúrios>

# Random Revoltado: Isso é a gota da água, quem iria, em sã consciência, entraria nessa enrrascada, Me recuso a aceitar ser escravo durante toda eternidade.

Alguns Randoms: Estamos com você. Temos os nossos direitos de almas.

Senhorita Uranai: Quem se negar, pode sair por aquela porta, são livres para escolherem o seu destino. Mas eu não asseguro se vocês vão conseguir….

otaku

# Random Revoltado: Já era sem tempo, me recuso a me tornar um escravo de voces aqui no purgatório, Quem está comigo?

Grupo Revoltado: HOOOO!!!

Líder do Grupo Revoltado: Adeus para quem fica, espero que aproveitem as suas mesas de escritório.

Grupo Revoltado: HHAHAHAAA.

Narrador: E então eles abriram a porta e entraram com altas gargalhadas, desaparecendo ao longe na escuridao. Mas esqueceram de fechar a porta.

Otaku: Voltem, seus noobs!!!

Narrador: Era tarde demais, ouve um silencio momentaneo onde dava para ouvir aquelas engolidas de saliva de todos da sala, seguido de gritos de muito longe. Repiou a alma de todos presentes, menos de Uranai que continou:

Senhorita Uranai: Muito bem, formem uma fila para andarmos logo com isso.

Narrador: Ainda espantados, todos estavam paralisados.

Senhorita Uranai: VAMOS!!

Otaku: Senhorita Uranai, para onde aquela porta leva?

Sra Uranai: Para o Makai, lá tem toda a liberdade que voces desejariam, mas todos o perigos que ninguém gostaria de ter.

Otaku: Tinha que ser alguma coisa desse estilo… Aqueles burros, nunca se deve entrar numa porta nesse tipo de situação.

Todos: Anotado.

Narrador: Então, com tudo nós conformes, todas as almas que restaram formaram uma fila, para receber seu cargo público:

Sra Uranai: Seu numero é 1220, voce acertou 3 questões, voce será responsável pela Criação da Energia Preta  no departamento de registros.

#1220: O que seria esse cargo?

Sra Uranai: O cara da cafeteira. Próximo, por favor.

otaku

#1220: … droga.

Sra Uranai: Seu número é… pode aproximar um pouco querido, as minha dobras as vezes tampa a minha visão. Huum número 1301, voce acertou 7 pontos, seu cargo será de ajudante no departamento bibliotecário. Próximo!!

Narrador: A fila seguia ordem de número, o que significaria:

otaku

 

Otaku: Sacanagem, to no final da fila…. Vai demorar muito essa bodega, ja que sou o ultimo vou dar um passeio por ai.

Narrador: Enquanto o Otaku se distraia, passeando pelo local, ele avistou alguma coisa no muito longe.

Otaku: Nossa, que brilho e aquela lá longe? Vou dar uma olhada.

Narrador: e para a nossa surpresa, era:

otaku

Otaku: O colírio do Tenshiram, caramba, está vazando, como que foi para aqui? Hum, “Aplicação no 3 olho, não use em outro locais, caso aconteça, lave bem o local para que o efeito passe logo”.  Interessante… Melhor ficar comigo.

Narrador: Nesse meio tempo, a fila ja tinha acabado e ele tinha voltado para a Sra Uranai, para saber o seu destino

Sra Uranai: Aonde que voce estava??

Otaku: Passeando

Sra Uranai: Passeando???? Estou te esperando há mais de 10 minutos!!

Otaku: Pensava que o tempo não passava aqui, no paraíso.

Sra Uranai: Claro que passa, só dentro das salas que não. elas são chamadas de Salas do Espirito e do Tempo V2, é a segunda geração das salas especiais. Resmungo: <Com alguns defeitos>

Otaku: Humm, então Goku treinou na V1. Como a tecnologia sempre me surpreende.

Sra Uranai: O tempo está passando, qual é o seu número?

Otaku: 8001.

Sra Uranai: Deve me ver… 8001. Ha? O que?????

Narrador: Sra Uranai pega o telefone da sua mesa e digita alterada.

Sra Uranai: GEORGE!! CODIGO  P-666, CODIGO P-666, PROVIDENCIE TRANSPORTE O MAIS RÁPIDO POSSIVEL.

George: Ahhh não o P-666 não, já estou indo para ai.

Otaku: O que seria o P-666?

Sra Uranai: Venha comigo, não temos tempo a perder!!

Otaku: Por que?

Sra Uranai: Voce tirou 16, voce nao deveria ter vindo parar aqui?

Otaku: O QUE??

Diretor: Comercial de poucos segundos para encher o saco dos nossos leitores.

Comercial: Voce esta solitário? Você esta com dor nas costas? Voce esta com calvicie? Voce esta com uma doença terminal? Seus amigos nao dão bola mais? Voce quer uma genitalia maior? Compre Omega8000, remédio para toda familia.

Narrador: ~~ Chegamos a isso? Deus é pai, vamos continuar com a história:

Otaku: O QUE??

Sra Uranai: Me pergunto tambem, isso nao poderia ser problema do Skytooth, não sei o que poderia ser.

Otaku:Ainda bem que não fui reprovado, ufaa”. Sra Uranai, o que vamos fazer agora?

Sra Uranai: Levar voce para a 2º Parte do Teste, a analitica, você ainda tem 54 minutos restantes.

Otaku: Beleza. olha ali esta o George, lá ná frente. Ahh algo entrou no meu olho.

George: Venha depressa. Entre no elevador.

otaku

Otaku: Até outra vez, Sra Uranai, Adeus.

Sra Uranai: Não quero te ver nunca mais aqui, ouviu!! …. e eles se foram, acho que vou preparar um chã, essa correria me deu uma sede, mesmo flutuando por todo o caminho. Essas almas viu.

Narrador: Enquanto Sra Uranai preparava se chazinho, Otaku e George chegou no andar correspondente a sua sala.

Otaku: Bem que eu podia ter passado, depois de ter passado tudo isso, né George? Ahhh ainda não saiu? coça coça coça

George: Não força a barra, as regras são muito rígidas, voce tem que passar por conta propria, ou voce nao tem confiança em si mesmo?

Otaku: Claro que tenho!! Vou arrebentar com essa prova.

George: Esse é o espirito da coisa.

Narrador: Agora eles prestes a abrir a porta da sala, o nosso Otaku ficando ansioso.

George: Boa sorte.

Otaku: Yoshi. Vamos nessa.

Narrador: Ao abrir a porta da sala, todos os olhares de todos da sala se direcionam para ele, se perguntando o porque dele estar aqui.

<Cochichos> Por que ele está aqui? Quem é ele? Ele não foi reprovado?

Narrador: De 800 alunos na sala, agora só tem 345 no teste da sala 1, onde nosso otaku volta das profundezas do inferno para continuar a sua prova.

Diretor: CDZ feelings.

Narrador: … continuando.

Tenshiram: Finalmente você chegou, por favor sente-se.

Otaku: Tudo bem. Agora que sei, essa sala é incrível mesmo.

Hiei: Espero que tenha aprendido a lição, #8001.

Otaku: Hã? Calma ae! Não, não pode ser…

<FlashBack>

Otaku: Tenho uma ideia.

Otaku: HÁHH O QUE É AQUILO??

Todos: ONDE???

<FlashBack Ends>

Otaku: …. Droga, era por aquilo.

Hiei: Nossos olhos conseguem ver tudo, até quando não estamos olhando, espero que nao subestime as nossas habilidades, não é Tenshiram?

Tenshiram: Isso mesmo, nós podiamos ter denunciado, mas por causa da sua originalidade…

Diretor: Lol, ahã originalidade.

Tenshiram: decidimos não te reprovar, mas dar um lição para que nunca cometa atos irresponsaveis.

Otaku se curvando: Muito obrigado pela segunda chance.

Hiei: Agora sente-se e termine sua prova.

Otaku: Okay, mas antes, eu encontrei algo lá embaixo que deve ser seu Tenshiham.

Tenshiram: Meu colirio!? O que ele está fazendo aqui? Ele está vazando, droga. Hiei, não estava com você?

Hiei: Hã? Devo ter deixado ele cair, perdão Tenshiram.

Tenshiram: … Tudo bem, nenhum problema. “De novo ele quebrou mais uma coisa minha?? Nunca mais vou emprestar alguma coisa para ele.”

Otaku: Bom vou indo então.

Narrador: Finalmente ele senta na cadeira e se prepara para continuar com a sua prova.

Otaku: Então vamos nessa: ” Questão 1 –  Análise a seguinte situação, …? Está ficando escuro, não consigo ler!!! Ohh não estou cego. O que está acontecendo??

otaku

Narrador: O que será que aconteceu agora com o nosso Heroi? Será que Sra Uranai vai terminar seu chá? Tenshiram vai emprestar algo de novo para Hiei? Nós vemos na próxima vez, nessa jornada de outro mundo!!

Cantinho do Escritor

– Esse post estava pronto a muito tempo, mas o site ficou off entao nem postei ^^.

– Vá ao médico quando começar a sentir um pouco de cegues ao passar esse produto.

– E sem conhecimento nesse capitulo.

Comente

Sobre Majin

Majin
Sou um cavalheiro do seculo 19, em um grande corpo como Enma DaiOh, sou barbudo e adoro escrever, um exemplo de pessoa do nosso editorial.

5 Freaks estão discutindo o assunto. Participe Tambem.

Grita Aqui!

Or

O seu Email não será publicado.Campos Obrigatorios estão marcados. *

*