Ultimas Noticias

Pais em animes: diferentes tipos

Uma trama de um anime não envolve apenas apresentar a história, tem que apresentar personagens. E para tecer melhor uma história, é necessário lembrar que os personagens não surgem assim do nada, eles tem uma origem, que no caso seria o pai e a mãe. Só que essa origem muitas vezes é representado quase como um clichê, pois enquanto que a mãe é associada como a  figura de criação e ternura, o pai acaba representando a figura para o legado. E esse legado e essa criação, em vários momentos são o mote da história, especialmente o legado do protagonista, que no caso é o apreço a alguma atividade ou possuir alguma habilidade específicaherdada do pai. Logicamente, essa é um visão mais evidenciada em shonens, mas pode muito bem ser observado em outras categorias.

Assim, pode-se imaginar que os pais dos protagonistas apresentados em animes não estão lá à toa. Muitos deles são misteriosos ou estão ocultos na sombra, e de acordo com a trama, eles têm a necessidade de agir com esse comportamento estranho. Por isso, dependendo do estilo da série e da trama, existem diferentes personalidades e comportamentos para os pais, alguns deles se tornam clichês.

Logo, na coluna de hoje vamos rever algumas das figuras paternas de animes e mangás e suas diferentes personalidades.

Pai zeloso: Dizem que todo pai tem um apreço por seu filho (a), e às vezes isso é demonstrado nos animes. Claro que sem muitos abusos, essas figuras paternas são verdadeiramente lembrados pelos fãs, pois simbolizam os verdadeiros ideais de um pai: aquele que se sacrifica e se importa com seus filhos, mesmo que os filhos não percebam isso de imediato. Alguns que a gente já viu em animes são: Maes Hughes (FMA), Fujitaka Kinomoto (Card Captor Sakura), Shigeharu Honda (Major) e Spirit “Death Scythe” (Soul Eater).

Pai poderoso: Quem nunca imaginou que por trás de uma lenda, existiu uma origem por trás de tudo. Esses pais mostram como a linhagem sanguínea às vezes é mesmo poderosa. E como um legado, esses pais depositam algum tipo de  esperança em seus filhos e esperam que um dia sejam tão poderosos quanto eles já foram um dia. Alguns dos melhores exemplos seriam: Toga “Pai do Inuyasha” (Inuyasha), Bunta Fujiwara (Initial D) e Nagi Spriengfield (Mahou Sensei Negima).

Pai maldito: Outras vezes nós vemos aqueles pais que são a pior escória que existe, gerando todo um sentimento de raiva, ódio e vingança. Coitado do filho que teve o cruel destino de ter um pai como esse, já que se não foi descartado, ou ignorado, ele acaba sendo manipulado por toda uma vida. Não há como não afetar o psicológico de um filho com um pai como esse. Alguns dos melhores exemplos nesses casos são: Gendo Ikari (Evangelion), Mephistopheles Youma (Saint Seiya Lost Canvas) e Charles Zi Brittania (Code Geass).

Pai desleixado: Muitas vezes encontramos pais desleixados em animes. Desleixado de que forma? Na forma de criar a criança, tendo como consequência um filho com algum tipo de distúrbio. Logicamente, para um bom anime esses pais não são nenhuma novidade, pois acabam sendo aproveitados para alívio cômico. Mesmo assim, ainda não são bons exemplos de pais. Alguns dos exemplos que podemos lembrar são: Saotome Genma (Ranma ½), Shingen Kishitani (Durarara) e Sojiro Izumi (Lucky Star).

Pai ausente: Existem também aqueles pais que não sabem mostrar os sentimentos para seus filhos. Mesmo assim não significa que ele não os ama. Apenas preferem ficar ausentes para não serem afetados em suas decisões, ou orgulhosos ao extremos e por isso não sabem se expressar da melhor forma possível. Assim, os filhos que antes não entendiam os pais, só descobrem que há um afeto do pai mais a frente na história. Exemplos de pais ausentes: Vegeta (Dragon Ball Z), Van Hohenheim (FMA) e o pai da Lucy (Fairy Tail).

Pai guardião: Por fim, não podemos ignorar que pai não é aquele que concebe, mas sim aquele que cria. E nesse caso, o pai é aquele que responsável pela criação do personagem, desde a sua infância até a fase mais adulta. Representada como um tutor guardião ou mesmo um mestre, ela define o caráter do personagem e trata a criança com educação e respeito, gerando um sentimento mútuo de amor e respeito quando a criança fica mais velha. Por isso esses pais são figuras valorosas e bem lembradas nas histórias. Alguns exemplos são: Shiro Fujimoto (Ao no Exorcist), Kawachi Daikichi (Usagi Drop) e o mestre do Gintoki (Gintama).

Comentários:

  • 1. Feliz Dia dos Pais!!
  • 2. Pois é, acabei tendo a idéia dessa coluna no sábado. Se eu tivesse pensado nela antes, daria para caprichar mais. Pelo menos consegui publicar antes de acabar o Dia dos Pais.
  • 3. Desculpa pelo texto não estar dos melhores, isso que dá escrever algo com um pouco de pressa e sono. Eu ainda estou na dúvida se eu devia ter  aprovado meu texto para publicação.
  • 4. Eu omiti de propósito One Piece e Naruto. Não vou dar spoiler pros otakus mais novinhos XD
  • 5. Tem alguma dúvida em algum exemplo? Só perguntar que eu respondo ^^
  • 6. Vocês tem mais exemplos ou categorias? Comentem
  • 7. Que sono (-_-)
Comente

Sobre Anime Freak Show

Durante esses mais de 3 anos, muitas pessoas passaram pelo site, algumas não estão mais, mas suas postagens continuam aqui!

27 Freaks estão discutindo o assunto. Participe Tambem.

  1. Tem o pai da Furokawa do Clannad como pai protetor ou idiota também.

Grita Aqui!

Or

O seu Email não será publicado.Campos Obrigatorios estão marcados. *

*