a-bomb01

Por que o Japão não odeia os EUA pelo bombardeio atômico?

A história tem uma maneira de criar estranhas situações para as gerações futuras. Perdemos as contas de quantas vezes tentamos conversar amigavelmente com um japonês perguntando de onde ele era e sermos surpreendido pela resposta, “Hiroshima”. Com o ponto de vista americano, iremos então cair numa longa e desconfortável pausa enquanto se perguntamos o quão apropriado seria pedir desculpas em nome do seu país por transformar a cidade dele em pó, mas o fato em questão é que a maioria dos japoneses não tem absolutamente nenhum rancor em relação aos EUA pelos bombardeios atômicos da Segunda Guerra Mundial.

Aparentemente, é difícil para alguns usuários da Internet da China compreenderem, como houve recentemente um discussão num dos sites locais de boletins mais populares do país perguntando “Porque o Japão não odeia os EUA por bombardeá-los com duas bombas atômicas?” Curiosamente, as respostas que o segmento recebeu provavelmente disseram mais sobre o desprezo prolongado dos chineses pelos japoneses do que o ponto de vista do Japão em relação aos EUA.

Em Agosto de 1945, EUA lançou duas bombas atômicas no Japão – uma na cidade de Hiroshima e a outra em Nagasaki – resultando nas mortes de mais de 200.000 cidadãos japoneses. Entretanto, ao invés de retribuir tal explosão terrível nas mãos dos americanos, o Japão está agora em termos amigáveis com os EUA, tanto politicamente como socialmente.

Quando comparado aos chineses e o grande número de civis que ainda detestam o Japão pelo Massacre de Nanking que aconteceu em 1937, esta aliança feliz entre relativamente inimigos recentes pode parecer um pouco desconcertante. E então a pergunta foi feita: porque o Japão não odeia os EUA? Em resposta, muitos chineses responderam com dúvida em respeito a toda situação. “Quem disse que os japoneses não odeiam os americanos?” “Talvez eles odeiem americanos e só não tenham coragem para dizer alguma coisa?” Tais respostas implicariam que o Japão abriga um rancor pelo que aconteceu durante a guerra, mas que os camponeses são demasiadamente passivos ou fracos demais para dizer tal coisa.

Muitos outros fizeram observações depreciando o Japão por mostrar respeito aos EUA com comentários, tais como, “Um cachorro não odeia seu mestre”, e, “É natureza do Japão admirar aqueles que são mais fortes que ele”. Muitas outras especulações passaram do limite do absurdo.

Na realidade, não é fácil nem raro mostrar perdão e bondade àqueles que uma vez o ofenderam, especialmente ao longo das gerações numa escala global. Havia ao menos alguns chineses que mostravam razão, lembrando outros membros da invasão soviética da Manchúria, o nome histórico dado a região nordeste da China. “Onde eu moro, não ressentimos as pessoas da ex-União Soviética por agir de acordo com suas razões”, uma dessas pessoas apontou.

Mas talvez esse exemplo anterior não conta agora que a ex-União Soviética tenha sido dissolvida. Então, não vamos esquecer que a China tem começado a jogar bem, com um número de outros antigos inimigos, como a Grã-Bretanha, com a Guerra do Ópio. Exportações britânicas de ópio para a China durante a Dinastia de Qing, por volta de 1840, levou o vício em larga escala e enorme deterioração para o país, deixando os chineses à guerra com o mundo ocidental. E agora, a China está em bons termos com a Grã-Bretanha e guarda um pouco ou nenhum ressentimento.

O mesmo obviamente não é verdade para as relações entre China e Japão, onde discriminações raciais ocorrem em ambos os lados. Voltando ao ano de 1972, relações diplomáticas entre os dois países normalizadas e por muitos, a China agiu favoravelmente em relação ao Japão, encorajando a importação de produtos japoneses. Entretanto, as coisas pereciam ter se tornado azedas, com a nomeação de Jian Zemin como chefe de estado. Jian cresceu na época de ocupação japonesa e impôs um sentimento anti-Japão sobre o Estado, empurrando para uma educação anti-japonesa e outros.

‘Blogueiros’ chineses quiseram saber porque é que o Japão não odeia os EUA, mas talvez uma pergunta mesmo melhor pode ser porque é que o Japão e a China não consegue se dar bem. Quanto tempo vai demorar antes que os dois países asiáticos estejam novamente em paz?

Fonte: RocketNews

Comente

Sobre Hayasida

Hayasida
Hm...estudante de Engenharia, otaku em treinamento, apreciador da cultura japonesa e gamer desde criança XD. Fã e seguidor do AFS desde do cast 67.

20 Freaks estão discutindo o assunto. Participe Tambem.

  1. Se o japao odiasse o EUA seria um bando de otario pq em primeiro lugar quem ataco quem primeiro foi o Japao o EUA so se defendeu

Grita Aqui!

Or

O seu Email não será publicado.Campos Obrigatorios estão marcados. *

*