Review: Maison Ikkoku

Todos vocês me respondam duas coisas: Vocês acreditam em amor em primeira à vista? E o amor, ele tem que ser eterno mesmo após a morte de um dos parceiros? Maison Ikkoku, o anime que será apresentado nesta review por mim, Seiji, discute essas duas questões. Além disso, o anime ainda apresenta as dificuldades para se entrar em uma faculdade, ter um emprego fixo, histórias de bêbado, playboyzinhos e estudantes espertas, além de um cachorro misterioso, tudo ambientado em uma pensão em uma história escrita na década de 80.

A série é uma das 4 grandes obras de Rumiko Takahashi, uma mangaká de grande prestígio. As outras obras dela são Urusei Yatsura, Ranma ½ e Inuyasha. Apesar de ser lançado quando Urusei Yatsura já era um sucesso, as duas séries terminaram praticamente ao mesmo tempo. A série teve 96 epsiódios de anime e 15 volumes de mangá, além de ovas, filmes e um live-action especial de 2 episódios. Então confira logo abaixo sobre esse excelente anime e pensem nas duas questões propostas.

História

A história começa com Godai Yusaku, que é um jovem ronin (estudante que faz cursos pré-vestibulares para tentar ingressar em alguma faculdade), mas há 3 anos ele só falha nos exames. Ele mora em uma pensão em Tóquio chamada Ikkoku, junto com seus outros vizinhos: Yotsuya-san, Akemi-chan e Ichinose-san. Estes adoram ficar bebendo no quarto do Godaime e perturbando ele. Dessa forma ele não consegue estudar direito e fica sempre bravo com eles. Em um momento de pura raiva, ele declara que vai embora da pensão. Quando ele está prestes a ir embora, uma jovem garota entra na pensão pela porta principal. O nome dela é Otonashi Kyoko e ela diz que é a nova gerente da pensão.

No momento em que Godai vê Kyoko, ele se apaixona à primeira vista por ela e desiste de ir embora da pensão. Entretanto há um problema, Kyoko mesmo sendo muito jovem (tem 20 anos) é viúva e amava muito o seu marido, que morreu por problemas de saúde. A partir deste momento, a história se inicia, e vemos todos os conflitos dos protagonistas, e como a trama se desenvolve, cheia de triângulos amorosos e conflitos internos a serem resolvidos.

Personagens

Godai Yusaku: Jovem garoto, frustado com a vida primeiramente porque não consegue entrar em uma faculdade, e segundo porque não consegue arrumar um emprego fixo. Sofre de um complexo de inferioridade, e não tem segurança nas suas decisões, agindo muitas vezes imaturamente. É residente do quarto 5 da pensão. Apaixonou-se à primeira vista por Kyoko, gerente da pensão e a ama intensamente. Ele já se declarou muitas vezes para ela, mas entende os motivos de Kyoko não poder corresponder esse amor por ele. Ele também não pode exigir nenhum compromisso de Kyoko já que ele também não possui nenhuma estabilidade financeira ou um futuro garantido.

Otonashi Kyoko: É a gerente da pensão, indicada ao cargo por seu ex-sogro, dono da pensão. Em seu passado, foi uma garota que se apaixonou profundamente à primeira vista por Soichiro quando ele era professor estagiário da escola e ela uma estudante colegial. Assim que se formou no colégio, ela se casou com ele, mas infelizmente Soichiro morreu pouco tempo depois por motivos de saúde. Dessa forma, Kyoko ficou viúva bem cedo e ela tem um conflito no seu coração que não a deixa amar novamente. Ela se importa com Godai, mas como ela pode amar alguém novamente, se ela amou intensamente Soichiro, e mesmo ele já morto, ela lembra muito dele. Quer dizer que se ela se apaixonar novamente, aquele amor por Soichiro não vai significar nada? É isso que ela acredita, mesmo que seus pais e seu ex-sogro a convençam do contrário.

Yotsuya: É um senhor de meia idade, alto e magro. Aparece e desaparece com uma velocidade incrível. É residente do quarto 4 na pensão. É vizinho do lado de Godai, e aparece no quarto de Godai por um buraco na parede. (De fato é um ser estranho!!). Ninguém sabe qual é a sua real idade ou o o que ele faz para se sustentar. As vezes ele dá um conselho para Godai, mas a maioria das vezes fala coisas sem sentido.

Roppongi Akemi: É uma jovem garota. É residente do quarto 6 da pensão. É a vizinha do outro quarto do lado do Godai. Não tá nem aí para ele. Respeita a gerente e a considera uma irmã. Quando bebe demais, tem o costume de tirar alguns pedaços da roupa (isso é interessante!! XD). É gananciosa, mas também sabe ser engraçada. Trabalha como garçonete no bar Cha-Cha Maru.

Ichinose Hanae: É uma senhora de meia idade, casada e com um filho de 7 anos. É residente do quarto 1 da pensão. É uma dona de casa, e é a voz da experiência, dando alguns conselhos para Kyoko. Entretanto adora fofocar, e quando bebe demais, fica cantando bem alto segurando uns leques. Quer unir Godai e Kyoko, mas percebe as dificuldades que eles passarão para se unir como um casal.

Otonashi Soichiro: falecido marido de Kyoko. Era um professor estagiário na escola onde Kyoko estudava. Morreu jovem por problemas de saúde. Ele se importa muito com Kyoko. Seu rosto nunca foi mostrado na série, sempre aparecendo como uma sombra nos flashbacks.

Soichiro-san: cachorro da raça Akita de Kyoko. Fica na história como uma lembrança de Kyoko por seu marido, que o encontrou na rua e o adotou.

Opinião pessoal

Inicialmente a história pode lembrar muito Love Hina, devido a história envolver um ronin, uma pensão, a gerente e os moradores, tudo focado numa história amorosa. Entretanto vale lembrar que o mangá foi escrito na década de 80. Dessa forma, nota-se que a série possui um humor próprio, mais leve e inocente, presente nos valores morais da sociedade japonesa daquela época. Mesmo com esses valores, a série possui uma grande maturidade, pois consegue discutir um tema delicado, ainda mais nessa época: o amor de uma viúva e um estudante tentando a universidade (mesmo eles tendo aproximadamente a mesma idade).

A série é excelente e é o meu romance favorito. Além disso, é um dos poucos animes de romance que conheço que tem um final conclusivo. É um dos grandes trabalhos de Rumiko Takahashi, para mim o melhor junto com Ranma ½. É interessante observar esse complexo da Kyoko, a sutileza em que isso é discutido, os rivais amorosos que surgem no caminho dificultando a união do casal, e os momentos de pânico que Godai sofre durante a série e como ele amadurece ao longo da história. Assistam o anime, e mesmo sendo uma série longa, parece que os episódios passam rapidamente e as melhores lembranças permanecem. Concluindo a review, Maison Ikkoku é um romance comovente e depois de assistir o anime, vocês vão pensar de forma diferente nas duas questões que fiz no início da review, já que afinal de contas, as reflexões na vida é que tornam uma pessoa mais humana, e quem sabe melhor.

Comentários

• Como prometido estou de volta, (a central de redatores ainda não se enjoou de mim…aeee);
• Infelizmente, não esperem muitos animes de romance nas minhas reviews. Esse pobre otaku que escreve viu poucos do tipo comparado aos demais reviewers da equipe (>.<). Mas os poucos que ele viu ele aprova.^^
• Vocês perceberam que eu coloquei a numeração dos quartos de cada personagem? Isso foi intencional e é uma curiosidade do mangá. Espero que percebam XDD
• E o vício por spoiler desse reviewer ainda não diminuiu…hehehe. Pois é, eu preciso me tratar…..aiai XD
• E como mudaram algumas coisas no wordpress do novo site, esse pobre noob (que aprende fuçando nas coisas) precisa de mais algum tempo para se acostumar de novo com ele. ¬¬”
• Fechando, essa é a minha primeira review internacional. Olha q legal!! Leiam a minha coluna e entenderão.^^

Comente

Sobre Anime Freak Show

Durante esses mais de 3 anos, muitas pessoas passaram pelo site, algumas não estão mais, mas suas postagens continuam aqui!

14 Freaks estão discutindo o assunto. Participe Tambem.

  1. Maison é muito bom. É o meu novo top1. É perfeito, surpreendente, nos faz torcer por Godai e até se identificar com ele. Assisti com minha esposa e ela gostou muito.
    Valeu pela review.

Grita Aqui!

Or

O seu Email não será publicado.Campos Obrigatorios estão marcados. *

*