Eventos

RAC 2019: Fora dos palcos.

Como prometido, aqui está a segunda parte da matéria sobre o Rio Anime Club 2019.

Além do palco, o evento tinha muitas outras atrações, a começar pelas famosas lojinhas. Havia produtos para todos os gostos e bolsos. Em muitos estandes, como o da Cogumelo Corp, era possível encontrar camisetas, copos, pôsteres, quadros, chaveiros, bottoms… até mesmo um ventilador em formato de Totoro. Para os aficcionados e aficcionadas por produtos de beleza e papelaria orientais, a Sammy Cosmetics oferecia uma boa variedade de produtos, como máscaras faciais, canetas e borrachas. E como não poderiam faltar comidas e bebidas vindos direto do oriente, o estande da Komape trazia diversos tipos de refrigerantes, biscoitos, bolinhos, entre outros.

Os fãs de jogos também dispunham de muitas opções. Além dos produtos nos estandes, fliperamas, videogames, card games e jogos de tabuleiro atraíram o público, seja pela nostalgia, pela novidade, ou pela simples diversão. Em frente aos gameplays de “Jump Force”, “My Hero’s One Justice” e “Soul Calibur VI”, havia muitas pessoas esperando pela oportunidade de jogar ou apenas se divertindo ao ver os outros jogando. Os fliperamas, infelizmente, receberam bem menos público, o que é compreensível, visto que boa parte do público do RAC é de pessoas mais jovens que costumam estar mais interessadas em jogos atuais. Em relação aos card games, não tenho como comentar, pois as mesas de card games ficavam um pouco separadas do resto do evento, mas acredito que tenham tido bom movimento. No entanto, a surpresa do dia foi a área de jogos de tabuleiro, que teve bastante público, mesmo que boa parte dos jogos não fossem voltados para o público otaku e gamer. Jogos como Lince e Pizzaria Maluca, tão simples e divertidos, com certeza entretiveram muitas pessoas que por ali passaram.

Sobre o que pude ver no dia do evento, é isso que tenho a comentar. Afinal, sou apenas uma e não tenho como aproveitar todas as atrações de um evento tão diverso e grande. No entanto, ainda tenho muito a comentar sobre o evento, sob um outro ângulo: o da sua organização. A escolha do local não poderia ter sido mais adequada: o Hebraica-Rio. As instalações eram ótimas, bastante espaçosas, bem iluminadas e frescas. Claramente, isso não impediu a lotação do espaço, porém foi bem organizado, de forma a aproveitar bem a disposição do ambiente, deixando o evento o mais confortável possível.

Sobre o site, tenho algumas ressalvas. Primeiramente, ele não está completo. Muitas páginas estão “em construção”, o que significa que estão em branco ou não apresentam todas as informações necessárias. É o caso das páginas de Kendô e Taiko. Se o público quiser alguma informação sobre essas atrações, devem procurar nas redes sociais do evento ou em publicações da imprensa, como a primeira parte desta matéria. Visualmente, o site está impecável, mas de nada adianta a beleza se o conteúdo não está completo. A própria programação do palco presente no site está bastante diferente do que foi a real, o que pode ter causado muito transtorno para pessoas que gostam ou precisam se planejar antes.

Ainda em relação ao site, havia divergência nas regras, dependendo da página visitada. O exemplo mais notável é em relação a comida e bebida. Nas regras gerais, está escrito que não seria permitida a entrada de quaisquer comidas ou bebidas, sendo o visitante obrigado a consumir o lanche que levar fora do evento, ou comprá-lo dentro do evento. No entanto, na página das dúvidas mais frequentes, era afirmado que não havia qualquer restrição em relação a bebida ou comida. No dia do evento, felizmente, os visitantes puderam levar seu próprio lanche, visto que é um absurdo obrigar os visitantes a comprar os lanches dentro do local ou consumir fora o que levarem.

Essa restrição seria ainda mais absurda considerando o preço do ingresso, que variou de R$35,00 a R$50,00 a meia-entrada, e R$70,00 a R$100,00 a inteira (valores referentes ao 1º e ao 3º lote do ingresso comum, respectivamente). Tal valor levanta outra questão: se o evento vale o ingresso cobrado. É importante ressaltar que eu fui ao RAC com credencial de imprensa, portanto não paguei pela minha entrada, e também que esse foi apenas o meu segundo evento de anime em toda a vida, então não tenho muita referência de preço de evento em relação as atrações que oferecem. Sendo assim, minhas considerações finais são baseadas apenas na experiência com o RAC deste ano e com o valor que dou a meu próprio dinheiro.

Apesar de ser um preço bastante alto para um evento de apenas um dia, se o visitante tiver como se programar antes e comprar a meia-entrada por R$35,00 (1º lote) ou R$40,00 (2º lote), acredito que vale a pena, porque terá um dia bastante divertido, sendo otaku ou gamer. Como disse anteriormente, o evento tinha atrações bastante variadas, e não comentei boa parte delas. Sabendo administrar bem seu dinheiro, o visitante pode aproveitar um bom evento e comprar produtos diferentes gastando menos de R$100,00. No entanto, se não há a possibilidade de comprar a meia-entrada no 1º ou no 2º lote, não acredito que valha a pena, porque o valor fica muito alto, considerando que grande parte do público otaku e gamer é de adolescentes e jovens-adultos de classe média, assalariados ou não. Logo, não é um público que pode se dar ao luxo de gastar muito com qualquer coisa, porque pode ser que esse dinheiro faça falta no fim do mês. Além disso, é inevitável a comparação com outros eventos muito maiores e mais baratos, como o Rio Matsuri. Claro, o financiamento de muitos deles é bem diferente, mas como consumidor ou consumidora, é impossível não comparar o custo-benefício.

Ainda assim, reitero que é um bom evento, com atrações muito interessantes e diversas que, com algum planejamento prévio, é possível de pagar um preço justo. Se você é otaku ou gamer do Rio de Janeiro, certamente deveria considerar ir à próxima edição do RAC. Garanto que não irá se arrepender.

Para verem mais conteúdo sobre o evento, confiram as redes sociais do RAC e o instagram do AFS. Lá, postaremos fotos e vídeos que não puderam entrar nas duas partes da matéria, além de ter comentários mais pessoais meus sobre o evento. Vejo vocês nos próximos eventos.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

avatar
  Se Inscreva  
Me Notifique
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar