Notícias

A nova mangaká da Weekly Shonen Sunday tem 16 anos!

Dito como para “passar um domingo agradável”, Weekly Shonen Sunday é uma das três principais publicações de mangá no Japão. Com uma circulação semanal de um milhão de cópias, Weekly Shonen Sunday tem apresentado notáveis mangakás. Mas, seu mais novo contribuidor é relativamente desconhecido na comunidade mangá e surpreendentemente jovem .

Sabanoneko está em seu primeiro ano do ensino médio na Prefeitura de Hiroshima. Considerada uma prodígio do mangá, ela ganhou o prêmio Rookie of the Year, da Weekly Shonen Sunday, pela poderosa forma de expressão de emoção em seu trabalho, Oni-Hime.

A história se estende por 40 páginas e segue a protagonista, Oni-Hime, um nome que incorpora os caracteres chineses de “demônio” e “princesa”, respectivamente. Ela sai em busca de vingar a morte de seu pai e determinada a exterminar todos os demônios, e a história começa com a chance de encontro de Oni-Hime com um certo demônio.

Terminando logo antes de seu aniversário de 16 anos, o trabalho de Sabanoneko foi publicado no volume 43 da Weekly Shonen Sunday e recebeu aclamação crítica de artistas de mangá influentes.

Se você não conseguir pegar uma cópia, você pode ler Oni-Hime gratuitamente no site Club Sunday. O trabalho está disponível apenas em japonês, mas aqueles que não conseguem ler kanji ainda podem admirar a arte de Sabanoneko e a inacreditável habilidade que ela possui .

Fonte: RocketNews

Mostrar mais

Artigos relacionados

6
Deixe um comentário

avatar
6 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Comentario mais recente
Mais Comentados
  Se Inscreva  
Me Notifique
Ruan Souza
Visitante

bakuman nunca foi irreal, era um Slice of Life na jump, assim como Death note da mesma dupla de mangakas era um ''seinen'' numa revista shonen !

Matheus Silva
Visitante

Niizuma Eiji garota, é vc?

Erick Leão
Visitante

Eiji existe então?!

Erik Nogueira
Visitante

OH LORD…BAKUMAN É REAL *-*

Diego Moreira
Visitante

Niizuma Eiji existe D:

Marco Antonio
Visitante

nesses momentos nos percebemos que bakuman não era lá tão surreal (entendedores entenderam)

Verifique também

Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar